Arquivos do blog

Dirigir e fumar, nem pensar

17/11/2017 Por:

Hoje, dia 17 de novembro, é o Dia Mundial do Não Fumante, data criada com o objetivo de sensibilizar a população sobre os fatores de risco associados ao consumo de tabaco e ampliar o debate sobre as formas mais eficazes para deixar este hábito. É um dia de reflexão, que também pode se transformar numa oportunidade de ação: que tal aproveitar esta data para cortar o cigarro de vez da sua vida? 🙂

Você sabia que o número de mortes relacionadas ao tabagismo no Brasil é de 156 mil ao ano?

Segundo estudo realizado pela Fiocruz, em 2015, o Brasil registrou 478 mil infartos e internações devido a doenças cardíacas e 378 mil de doenças pulmonares provocadas pelo cigarro. Muita coisa, não é pessoal? L Os dados também reforçam que o tabaco é responsável pela perda econômica de R$ 56,9 bilhões ao ano, devido ao custo do tratamento das doenças relacionadas ao fumo e a queda de produtividade dos trabalhadores fumantes, que adoecem bastante cedo.

Isso mesmo: é proibido dirigir fumando

Além dos malefícios que o tabagismo pode causar na sua saúde, a prática de fumar e dirigir, que parece comum e inofensiva, é proibida! Muitas pessoas não sabem, mas para fumar dentro do veículo é preciso pará-lo, pois dirigir sem uma das mãos é considerado infração. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, é necessário manter as duas mãos sempre ao volante, assim como não é permitido dirigir com o braço para fora do veículo. Ambas as ações são infrações médias que podem acarretar na perda de quatro pontos na carteira, além de multa de R$ 130,16 para o motorista. Outro fator alarmante é que o cigarro aumenta o risco de incêndio, que pode ser originado por queimaduras no estofado.

Se quiser fumar, pare o veículo em um local seguro

Que tal esperar chegar ao destino para fumar? Assim, você preserva a sua vida e de muitas pessoas, evitando acidentes. Se sentir vontade, procure um lugar seguro para dar aquela paradinha e fumar. O recadinho importante que a gente quer passar para você é: não fume enquanto estiver dirigindo, viu?

Se você está tentando deixar o hábito ou conhece alguém nessa mesma situação, o INCA disponibiliza uma cartilha explicativa online super bacana para te ajudar nesse processo. Para conferi-la, é só clicar aqui. 😉

Comemore também o Dia dos Não Fumantes e comece hoje mesmo a ter práticas mais saudáveis para a sua vida!

Na hora de receber o Seguro DPVAT, não seja vítima duas vezes

16/11/2017 Por:

Por Rodolfo Rizzotto, Coordenador do SOS Estradas

Muitas pessoas entram em contato comigo para tirar dúvidas sobre o Seguro DPVAT e, nessas oportunidades, aproveitam para contar como foram lesadas por oportunistas. Os relatos são diversos, mas a maioria dessas pessoas alega que receberam informações que, para receber a indenização, é preciso contratar alguém.

Essa realidade se torna ainda mais grave quando percebemos sua frequência. Infelizmente, existem pessoas que se aproveitam da boa fé dos acidentados e de seus familiares para oferecer essa “ajuda” e, muitas vezes, ficam com toda a indenização.

Outro tipo de golpe bastante comum é dado por advogados, que propõem imediatamente pedir a indenização pela Justiça, sem sequer passar pela via administrativa.

Para receber a indenização, o melhor é dar entrada diretamente com a Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT. Para que você entenda melhor, a Seguradora Líder é um consórcio de seguradoras responsável pelo pagamento das indenizações do Seguro e é fiscalizada pelo Governo através da SUSEP. Em média, a Seguradora paga mais de 500 mil indenizações por ano por morte, invalidez permanente ou atendimento hospitalar, sem a necessidade de processos judiciais ou intermediários. Isto só ocorre porque receber a indenização sem ajuda de ninguém é um processo extremamente simples, ao contrário do que algumas vítimas de acidentes de trânsito pensam.

Para tirar suas dúvidas sobre o Seguro DPVAT, é bem simples: basta entrar no site da Seguradora Líder ou nas redes sociais da empresa, que você também pode conferir pelo site. Depois, basta reunir os documentos e buscar os pontos de atendimento credenciados para dar entrada na sua indenização.

O importante de todo esse processo é lembrar que, para receber a sua indenização, não é necessário intermediário, muito menos processo judicial. É possível fazer tudo sozinho e, com isso, evitar as armadilhas dos oportunistas. Com certeza, você prefere evitar que o acidente de trânsito aconteça, mas caso essa situação ocorra, não seja vítima duas vezes: do acidente e dos oportunistas.

Gostou do artigo? Clique aqui para conhecer o site do SOS Estradas, um programa que visa reduzir os acidentes e aumentar a segurança nas rodovias.

Mais exigências na formação de motoristas

15/11/2017 Por:

A formação de condutores de automóveis, motocicletas e demais veículos automotores está muito perto de ser modificada. O Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) concluiu, recentemente, os trabalhos de renovação da Resolução 164, de dezembro de 2004, atualizando os procedimentos para a formação de condutores no Brasil. O processo de renovação dessa nova resolução foi democrático e participativo: mais de 300 sugestões foram recebidas pelo DENATRAN. Bastante coisa, não é mesmo? 😉

Essa nova resolução definiu novos parâmetros para a formação de motoristas, como a ampliação da carga horária de formação, inclusão de conteúdo nas aulas e exames, entre outras sugestões. No momento, todas essas novidades estão sendo avaliadas pela Assessoria Jurídica do Ministério das Cidades, para revisão da redação final do documento.

A principal novidade será a obrigatoriedade do uso de simulador para os candidatos à habilitação Categoria A, aquela referente às motocicletas. Essa decisão se baseou em estudos da Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI), entidade ligada à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A obrigatoriedade dos simuladores vai ajudar os candidatos a reduzir a ansiedade antes de ir para as atividades de treinamento nas ruas, além de expô-los a situações que eles não verão no treinamento de rua.

A renovação da resolução do DENATRAN é muito importante num momento onde dados de indenizações pagas pela Seguradora Líder mostram o impacto que as motocicletas têm nos acidentes de trânsito. Entre janeiro e outubro de 2017, 74% dos sinistros pagos pela seguradora estavam relacionados a motos, totalizando 241.833 casos. São dados alarmantes! L A formação é uma etapa crucial para o ensino das habilidades básicas dos condutores, assim como para conscientização do uso de equipamento de segurança, em especial, o capacete.

As mudanças previstas serão adotadas em dois tempos. As novas exigências como o aumento de carga horário de aulas, por exemplo, passarão a valer seis meses depois da publicação da nova resolução no Diário Oficial da União. Já o uso dos simuladores para motociclistas começa a valer a partir de 2020, dando tempo para que as escolas de condutores e a indústria fornecedora de equipamentos tenham tempo de se adaptar.

E você? Qual a sua sugestão para melhorar a formação do motorista brasileiro? Deixe sua sugestão aqui nos comentários. 😉

Gentileza gera gentileza, até no trânsito!

13/11/2017 Por:

Você sabia que hoje é comemorado o Dia da Gentileza? Isso mesmo! Desde 1996, o dia 13 de novembro é dedicado à conscientização sobre o assunto. Essa data super bonita surgiu durante uma conferência realizada em Tóquio, reunindo grupos que propagavam ideias de gentileza. Em 2000, a celebração tornou-se oficial, inspirando o mundo todo por um dia a dia mais gentil.

No Brasil, uma grande referência no assunto foi José Datrino, mais conhecido como Profeta Gentileza. Nascido em 1917, em São Paulo, ele se tornou conhecido no Rio de Janeiro quando, na década de 70, passou a disseminar mensagens de bondade e conforto para as pessoas. Gentileza, como era conhecido, fazia pregações em trens, ônibus e praças públicas, sempre falando sobre o amor e o respeito ao próximo. Seus pensamentos estão registrados em pilastras do viaduto do Caju, no centro do Rio de Janeiro. Coisa linda!

Ser gentil exige empatia e pode ser uma tarefa mais complicada em determinadas situações, como no trânsito. Algumas atitudes simples podem contribuir para uma condução mais pacífica e menos desgastante. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para motoristas e pedestres praticarem a gentileza. São ações simples que valem a pena serem compartilhadas com todo mundo!

– Antes de virar, ligue a seta. Outros motoristas e pedestres precisam saber para qual lado você vai;

– Seja gentil e ofereça carona a quem precisa. Assim você ajuda a diminuir o número de carros na rua e a poluição em sua cidade;

– Evite bloquear a passagem de outros carros em cruzamentos e contribua para que o tráfego flua melhor;

– Ao atravessar, fique atento e olhe sempre para os dois lados;

– Sempre opte pela faixa de pedestres e evite atravessar em locais proibidos. Além disso, use sempre a passarela para atravessar grandes avenidas;

– Respeite o ciclista! Além de ser uma atitude de gentileza, contribui com as cidades: é um carro a menos no trânsito;

– Ajude idosos a atravessar a rua. Um dia você também poderá contar com atos de gentileza como esse;

– Pedestre, tenha certeza de que você está vendo e sendo visto por todos à sua volta. Carros, motos e veículos precisam notar a sua presença;

– Somente estacione em locais permitidos deixando a faixa de pedestre e acessos a cadeirantes livres;

– Antes de atravessar, faça contato visual com o motorista e colabore para prevenir acidentes;

– Mantenha sempre uma distância segura do carro à frente, oferecendo segurança para você e para o outro motorista, com margem de manobra, para casos de necessidade;

– Use o cinto e incentive os passageiros a usarem também, ainda que estejam no banco traseiro;

– O celular é útil para motoristas com aplicativos de geolocalização, no entanto, é foco de distração e não combinam com o trânsito;

– E vale sempre lembrar: se beber, não dirija.

E você, como contribui para a gentileza no trânsito? Todos nós podemos adotar novos hábitos para que a vida de todos melhore em função das boas atitudes! 😉

Empresas se engajam pela educação no trânsito no Brasil e no mundo

10/11/2017 Por:

Você já sabe que a segurança é assunto sério para todos os personagens do trânsito, não é mesmo? Diferentes empresas do Brasil e do mundo também sabem disso e estão investindo cada vez mais na conscientização de seus públicos com campanhas bem bacanas. Hoje, a gente traz o exemplo da Ambev e da americana AT&T, que criaram ações diferenciadas com o intuito de promover a reflexão sobre atitudes no trânsito que podem gerar consequências graves e provocar acidentes.

No trânsito, nunca estamos sozinhos. Por isso, o motorista deve dedicar todo cuidado e atenção ao conduzir o veículo. É com essa mensagem que a campanha “It Can Wait” (“Isso pode esperar”, numa tradução livre), criada pela AT&T, aborda o tema. Lançada em agosto de 2016, a ação teve início com um vídeo impactante intitulado “The Unseen” (“Despercebido”), contando a história de um pai que, dirigindo o carro com uma criança no banco de trás, recebe uma notificação de mensagem no celular. O final é surpreendente. Para conferir a história completa, clique aqui e depois conta para a gente nos comentários o que achou. 😉

Além disso, a empresa desenvolveu um site sobre a campanha e um aplicativo gratuito que permite silenciar mensagens de texto, ligações e alertas para que o motorista mantenha o foco em dirigir, enquanto conduz o veículo. Para conferir, é só clicar.

Já a Ambev, uma das maiores empresas do segmento de bebidas do nosso país, desenvolveu um estudo sobre a segurança no trânsito no Brasil. O material apresenta estatísticas com base em informações de análises próprias e compara com dados globais da Organização das Nações Unidas (ONU).  O objetivo? Contribuir para a produção de políticas públicas efetivas de combate a acidentes no Brasil. Olha que legal, pessoal! J

Outro exemplo que a gente trouxe para você veio direto da Cidade Luz, Paris! O Serviço de Segurança Rodoviária da França inovou ao criar uma campanha chamada “Colisão Virtual”. Por lá, as estatísticas são alarmantes: 4.500 pedestres perdem a vida em acidentes de trânsito anualmente. Para chamar a atenção dos parisienses, um totem emitia som de freada brusca quando o pedestre cruzava o sinal vermelho ou não atravessava na faixa, assustando quem desrespeitava a sinalização. Na sequência, a peça também tirava foto e flagrava a expressão do desavisado. Foi uma ação ousada e impactante, mas bem oportuna para chamar a atenção de moradores de uma metrópole tão sofisticada quanto Paris. Fica a dica para conferir o link da campanha aqui. 😉

Todas essas ações são muito importantes quando vemos que, de acordo com dados do Seguro DPVAT, somente no terceiro trimestre de 2017, o número de casos de morte no trânsito apresentou crescimento de 29% em relação ao mesmo período do ano anterior. Sabemos que ainda há muito a ser feito quando o assunto é educação de motoristas, motociclistas e pedestres, mas com inspirações tão legais como essas, acreditamos que a gente chega lá. 😉