Arquivos do blog

Detran-BA lança campanha para aumentar a segurança de motociclistas

30/07/2015 Por:


Com o objetivo de alertar os motociclistas do estado sobre a importância dos equipamentos de segurança e da boa convivência no trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) lançou a campanha “Leve a Consciência na Garupa”.

A ação contará com ações educativas por meio de peças publicitárias veiculadas em diversos tipos de mídia, nas blitzes e nas salas de aula de escolas de trânsito. “Nosso objetivo, além de atentar sobre as normas de trânsito, uso dos equipamentos obrigatórios e estimular a harmonia entre os condutores, tem como pano de fundo uma preocupação que diz respeito à saúde pública, que são os acidentes com motos, sobretudo no interior”, explicou o presidente do Detran-BA Maurício Bacelar para o jornal A Tarde. Ele afirma, ainda, que as motocicletas representam 25% do total de veículos no estado e, do total de beneficiários do seguro obrigatório DPVAT, 60% são motociclistas acidentados. “Por isso, convocamos a sociedade a nos ajudar com o sucesso desta campanha”, convidou.

De acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito, a frota de motocicletas na Bahia foi de 121.276 para 1.102.623 veículos nos últimos 15 anos, um crescimento de 800%. Além disso, em março deste ano o jornal A Tarde publicou uma matéria em que mostrava que os acidentes com motos custaram aos cofres públicos cerca de R$ 5,1 milhões, o que representa 50% do total empregado pelo Sistema Único de Saúde na Bahia no mesmo ano.

Nossa homenagem aos motoristas, caminhoneiros e motociclistas!

27/07/2015 Por:


Hoje o post é dedicado a três categorias de condutores: motoristas, caminhoneiros e motociclistas. Os dois primeiros comemoraram o dia dedicado a eles em 25 de julho e, o último grupo, celebra hoje essa data especial. Gostaríamos de exaltar todos aqueles que conduzem os seus respectivos veículos com responsabilidade, respeitam as leis de trânsito e contribuem para fazer das ruas e estradas do Brasil lugares mais harmônicos e seguros.

Mas também chamamos a atenção para os altos índices de acidentes que envolvem tanto motoristas de automóveis e ônibus, como caminhoneiros e motociclistas. De acordo com dados da Seguradora Líder-DPVAT, em todo o ano de 2014, os acidentes com motocicletas representaram a maior parte das indenizações pagas do Seguro DPVAT, 76% (580.063), apesar de representar apenas 27% da frota nacional. Nesse mesmo período, os automóveis, somados aos ônibus e micro-ônibus, foram responsáveis por 161.447 pagamentos (21%). Já para os caminhões e pick-ups foram 21.855 indenizações, ou 3%.

Ainda é preciso muito esforço e conscientização para mudar esse cenário. Temos que comemorar as conquistas, mas não podemos nos esquecer do caminho que ainda precisamos percorrer para aumentar a segurança no trânsito.

Veja, nos vídeos abaixo, algumas dicas práticas que caminhoneiros e motociclistas devem incluir nas suas rotinas. E parabéns a todos!

Maranhão investe em concurso para reduzir o número de acidentes com motos

13/07/2015 Por:


Visando reduzir o número de acidentes no estado do Maranhão, principalmente de motos, a Seguradora Líder-DPVAT está apoiando com informações estatísticas sobre acidentes de trânsito com vítimas, o concurso “Prefeito Defensor da Vida no Trânsito”, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA) em parceria com o SindsegNNE (Sindicato das Seguradoras do Norte e Nordeste). A iniciativa faz parte do projeto “Mais Vida no Trânsito”, lançado em junho pelo governo estadual para aumentar a conscientização da população sobre segurança no trânsito.

O concurso premiará, em 2016, os três municípios que mais se destacarem na aplicação de políticas públicas para a melhoria do trânsito. De acordo com o presidente da Seguradora Líder-DPVAT, Ricardo Xavier, a entidade acredita em programas que fomentam ações do poder público para reduzir os acidentes e acha importante também melhorar o nível de educação dos motoristas e motociclistas. “São iniciativas como essas que ajudam a tornar as ruas e estradas do país mais seguras”, declarou.

De acordo com o Mapa da Violência 2014, o Maranhão foi o estado brasileiro com o maior crescimento no número de mortes no trânsito, atingindo um aumento de 150% em apenas uma década, passando de 682 mortes em 2002 para 1.705 em 2012. Atualmente, mais da metade dos leitos de UTIs hospitalares no estado (63%) são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. Quase a metade (42%) dos casos de paralisias físicas ocorrem em decorrência de acidentes de trânsito.

Primeiro trimestre do ano tem aumento de 15% nas indenizações pagas do Seguro DPVAT em todo o Brasil

09/07/2015 Por:


De janeiro a março de 2015, foram pagas 186.029 indenizações do Seguro DPVAT em todo o Brasil, o que corresponde a um aumento de 15% na comparação com o mesmo período do ano anterior, aponta o Boletim Estatístico da Seguradora Líder-DPVAT. Nos últimos anos, o número de pedidos de indenização por Morte vem diminuindo: queda de 5% no comparativo com o primeiro trimestre de 2014, mas a quantidade de indenização por Invalidez Permanente aumentou em 20%, principalmente, em relação aos acidentes com motos. Do total de indenizações, 6% (11.760) são referentes a indenizações pagas por Morte e 15% (28.279) por reembolso de despesas médicas (DAMS).

Mais de 145 mil pessoas receberam indenização por Invalidez Permanente no primeiro trimestre de 2015. Em 2014, foram 121,7 mil. Os acidentes com motos corresponderam a 80% das indenizações dessa cobertura, confirmando uma tendência já verificada em levantamentos anteriores.

As estatísticas da Seguradora Líder-DPVAT mostram, ainda, que os homens continuam sendo a maioria esmagadora das vítimas de trânsito: 75% do total dos acidentados segurados. Quando analisado o tipo de vítima, verifica-se que 64% (119.747) são motoristas, 19% (34.575) passageiros e 17% (31.707) pedestres.

A faixa etária mais atingida no período foi a de 18 a 34 anos, representando 52% do total das indenizações pagas, o que corresponde a 96.639 indenizações. Em seguida, vem a faixa etária de 35 a 64 anos, representando 38% das indenizações (71 mil). A faixa de 0 a 17 anos equivale a 6% (11.139), enquanto a faixa de 65 anos ou mais, 4% (7.011) das indenizações pagas no período analisado.

Como solicitar o Seguro DPVAT

Solicitar o Seguro DPVAT é gratuito e existem pontos oficiais, como as agências dos Correios. A vítima ou os herdeiros legais não precisam contratar nenhum tipo de atravessador. A própria vítima ou beneficiário pode ir a um ponto oficial de atendimento em posse da documentação completa para dar entrada no benefício. Com a documentação correta, a indenização é paga até 30 dias.

O Seguro DPVAT oferece três tipos de cobertura para vítimas de acidentes de trânsito: Morte (R$13.500); Invalidez Permanente (até R$13.500, variando conforme gravidade da lesão) e Reembolso de Despesas Médicas e Hospitalares – DAMS (até R$2.700, de acordo com despesas efetivadas e comprovadas).

Para saber qual é a documentação necessária, locais oficiais de atendimento ou informações sobre o andamento do pedido, acesse o site www.dpvatsegurodotransito.com.br.

Atenção nas estradas durante o Feriado de Tiradentes

20/04/2015 Por:


Amanhã comemoramos o Dia de Tiradentes, uma homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, mártir da Inconfidência Mineira. A data é um dos feriados nacionais que comemoramos anualmente e, este ano, por cair em uma terça-feira, sabemos que muitos de nossos leitores aproveitaram para viajar.

Mesmo sendo um feriado com data fixa, podendo ou não resultar em um feriado prolongado, dados da Seguradora Líder-DPVAT apontam um alto número de acidentes no dia 21 de abril. Entre 2009 e 2014, as ocorrências envolvendo veículos automotores cujas indenizações foram solicitadas à Seguradora Líder – DPVAT cresceram principalmente entre as motocicletas, que aumentaram 224,3%, chegando a 895 solicitações no ano passado, para as três coberturas do Seguro DPVAT (Morte, Invalidez Permanente e Reembolso de Despesas Médicas e Hospitalares). Os casos de invalidez permanente para esta categoria de veículos, no mesmo período analisado, cresceram 325,3%, saindo de 174 e chegando a 740. E esses números ainda podem aumentar porque o pedido de indenização pode ser feito em até 3 anos.

Os motoristas são as principais vítimas dos acidentes no feriado de Tiradentes. De 2009 a 2014, houve um aumento de 244,9% de ocorrências para este tipo de vítima, alcançando 745 solicitações do Seguro DPVAT no último ano, sendo 40 para casos de morte.

Em todos os anos analisados, jovens entre 18 e 34 anos foram os que mais estiveram envolvidos nos acidentes de trânsito, sempre representando percentuais superiores a 50% das ocorrências. Em 2013, no Dia de Tiradentes, foram 967 sinistros envolvendo pessoas nessa faixa etária e, em 2014, 636.

Amanhã também é comemorado o Dia Nacional da Paz no Trânsito. Alertamos aos motoristas que dirijam com mais cautela, respeitando as leis de trânsito e assumindo comportamentos seguros. Os veículos devem ser revisados, especialmente pneus e freios. Os acidentes, na maioria dos casos, são provocados por atitudes imprudentes que podem ser evitadas em prol da vida e da segurança nas estradas. Faça a sua parte!

Durante o feriado da Semana Santa, paz também no trânsito!

02/04/2015 Por:


Com a chegada do feriadão, o alerta de atenção redobrada nas estradas é sempre válido. Muitos motoristas aproveitarão a Semana Santa para viajar e o excesso de velocidade, a imprudência e a má manutenção dos veículos estão entre as principais causas de acidentes.

Dados da Seguradora Líder DPVAT apontam que, nos últimos anos, as ocorrências de indenizações envolvendo veículos automotores em acidentes, no período da Semana Santa (compreendendo o período da quinta-feira até domingo de Páscoa), tiveram um crescimento significativo, principalmente nos casos envolvendo motocicletas, que, de 2009 a 2014, cresceram 202,6%. Os casos de invalidez permanente, para esta mesma categoria de veículos, no mesmo período analisado, cresceram 282,4%. E estes números ainda podem aumentar pelo fato do prazo de pedido de indenização ser de até três anos.

Em 2014, os dias da semana que tiveram maior incidência de ocorrências de morte foram a sexta e o domingo. Nestes dias, foram observadas 56,2% das ocorrências, cujas indenizações foram solicitadas à Seguradora Líder – DPVAT.

Em todos os anos analisados, de 2009 a 2014, no período da Semana Santa, as faixas etárias de 18 a 34 anos foram as que mais estiveram envolvidas nos acidentes de trânsito, representando percentuais superiores a 50% das ocorrências. Os motoristas são as principais vítimas, sendo que de 2009 a 2014 houve um aumento de 235,3% de ocorrências para este tipo de vítima.

Ao analisar as ocorrências na Semana Santa de 2014 por Região, a região Nordeste, que representa apenas 17% da frota nacional, foi responsável por 38,57% das ocorrências indenizadas, já a região Sudeste, que representa 50% da frota nacional, indenizou 26,37%. Estas regiões foram as que apresentaram maior número de indenizações pagas às vítimas de acidentes de trânsito, somadas representaram 64,94% das ocorrências da Semana Santa de 2014.

Também no ano passado, para automóveis, ônibus e caminhões, o período da tarde foi o que registrou o maior incidência de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT. Já para motocicletas, a maior concentração de acidentes foi ao anoitecer.

Motorista, faça a sua parte. Está em suas mãos – não só em feriados e viagens, mas toda vez que você dirige seu veículo – a responsabilidade de mudar esse cenário tão triste. O Brasil é o um dos países com o maior número de mortes no trânsito do mundo. Planeje a sua viagem, dirija com segurança e aproveite o feriado com alegria e paz.

Sobe para 763 mil o número de vítimas de acidentes de trânsito no Brasil em 2014, indenizadas pelo Seguro DPVAT

09/03/2015 Por:


Diariamente, crianças, jovens, idosos, trabalhadores sofrem com a violência das ruas e estradas do País. Os dados da Seguradora Líder-DPVAT só comprovam. Em 2014, mais de 760 mil indenizações do Seguro DPVAT foram pagas para as vítimas de acidentes de trânsito em todo o Brasil. O número é 20% superior ao registrado em 2013, que foi de 633 mil indenizações. Uma triste realidade do trânsito brasileiro.

O levantamento do Seguro DPVAT aponta que 78% (595.693) das indenizações pagas correspondem à cobertura de invalidez permanente, 15% (115.446), de reembolso de despesas médicas e 7% (52.226), de morte.

A comparação com 2013 revela que houve um aumento de 34% no número de indenizações pagas por invalidez permanente, uma queda de 14% nas indenizações por reembolso de despesas médicas e uma diminuição em 5% no número de mortes.

Segundo Ricardo Xavier, Diretor-Presidente da Seguradora Líder-DPVAT, as estatísticas mostram que a adoção de equipamentos e políticas de segurança, como uso do cinto, airbag, redução da velocidade nas vias e a Lei Seca já trazem resultados positivos, como a diminuição das mortes. No entanto, na categoria motocicleta ainda há um aumento de indenizações por invalidez permanente a cada ano.

“As motocicletas substituíram a locomoção por animal nas áreas rurais do Brasil. Nas grandes cidades, tornaram-se o meio de transporte mais ágil para fugir dos engarrafamentos, mas, justamente, o motorista de moto é quem sofre uma incidência maior de lesões físicas. Uma pequena queda já pode causar uma invalidez permanente devido à alta exposição do corpo. A indenização do Seguro DPVAT ameniza o primeiro impacto dos custos financeiros, ajudando os herdeiros ou a própria vítima, em um momento doloroso que nenhuma família imagina que irá passar”, analisa Xavier.

Perfil das vítimas mostra que mulher se acidenta menos

Das 763 mil vítimas de trânsito, em 2014, 75% eram homens e 25%, mulheres. Os jovens continuam sendo a maior parcela dos acidentados: 24% das vítimas tinham entre 18 a 24 anos, 28%, de 25 a 34, 19%, de 35 a 44, 19%, 45 a 64, 4% mais de 65, 1% de 0 a 7 e 5% de 8 a 17.

Das indenizações pagas por morte, 50% (25.889) foram destinadas a motoristas (sendo 16.356 motociclistas), 31% (16.252) pedestres e 19% (21.776) passageiros.

Uma triste realidade: acidentes com motocicletas são a maioria

Em 2014, 76% das indenizações pagas foram para acidentes envolvendo motocicletas – o veículo de duas rodas representa 27% da frota nacional. Das indenizações pagas no período, 82% foram referentes à invalidez permanente e apenas 4% por morte. O restante para reembolso de despesas médicas.

Foram mais de 580 mil vitimas em acidentes com motocicleta, a maioria do sexo masculino (88%) nas indenizações de morte (88% é para as indenizações de morte em acidentes envolvendo motocicletas). Já os automóveis representaram 19% (147.012) das indenizações pagas, as pick-ups e vans 3% (21.855) e ônibus, micro-ônibus e vans representaram 2% (14.435).

Para atender a demanda crescente de beneficiários, a Seguradora Líder-DPVAT conta com um total de 7.880 pontos de atendimento em todo o Brasil. Para localizar o ponto mais próximo de você, basta acessar o site www.dpvatsegurodotransito.com.br.

Estatísticas comprovam: mulheres são mais cautelosas no trânsito

05/03/2015 Por:


No próximo domingo, dia 8 de março, comemoramos o Dia Internacional da Mulher. E gostaríamos de prestar uma homenagem a todas as mulheres que, todos os dias, lutam por respeito e igualdade. E as estatísticas comprovam, ano após ano, que elas se envolvem em menos acidentes do que os homens quando estão no trânsito. Quando analisamos os sinistros pagos pela Seguradora Líder DPVAT em 2014, num total de 763.365 indenizações, vemos que 25% foram para mulheres e 75% para homens. No caso de morte, a diferença é ainda maior com 82% de vítimas pertencentes ao sexo masculino.

O menor risco associado à mulher ao volante, também pode ser verificado pelas estatísticas referentes ao condutor do veículo. No ano passado, apenas 10% das indenizações pagas foram para motoristas do sexo feminino, contra 57% para motoristas do sexo masculino.

Outros dados apontam que, em 2014, do total das indenizações pagas por morte e invalidez permanente, envolvendo mulheres, 39% eram motoristas, 20% pedestre e 41% passageiros, não tendo variação significativa em relação a 2013. Em relação ao tipo de veículo envolvido nos acidentes com mulheres, no mesmo período, 56% das mortes foram decorrentes de acidentes com automóveis e 73% dos casos de invalidez permanente, de acidentes com motocicletas, registrando, respectivamente, uma queda de 2 e um aumento de 4 pontos percentuais, se compararmos com o ano de 2013.

Embora a Região Sul concentre 14% da população feminina do país, o percentual de indenizações pagas envolvendo vítimas femininas, por morte, em 2014, foi de 18% e, para invalidez permanente, 16%. Já na Região Sudeste, no mesmo ano analisado, tanto o percentual de morte quanto o de invalidez, 37% e 26%, respectivamente, ficaram abaixo dos 43% de concentração de mulheres nesta Região.

Ainda que os homens estejam mais expostos aos riscos de acidentes de trânsito, tanto pelo aspecto das suas atividades profissionais ou por constituírem a maior parcela de condutores habilitados a conduzir veículos das mais variadas categorias (caminhões, ônibus, automóveis, vans, táxis e motocicletas), há que se considerar que a cautela, a atenção e a prudência das mulheres no trânsito podem ser apontadas como fatores importantes para o contraste nas estatísticas entre os acidentes envolvendo homens e mulheres.

Parabéns às mulheres pelo seu dia! Mas não vamos nos esquecer: todos somos responsáveis por promover a paz no trânsito. Que o respeito pela vida – de homens, mulheres e crianças – esteja mais presente nas ruas e estradas brasileiras.

5 milhões de motivos para comemorar!

12/01/2015 Por:


Estamos comemorando uma importante marca do Seguro DPVAT nas redes sociais: nosso canal de vídeos no Youtube alcançou, recentemente, 5 milhões de visualizações. Nessa rede social , os usuários podem conferir vídeos com instruções sobre como solicitar o Seguro DPVAT, bem como campanhas institucionais, educativas e filmes publicitários.

No ranking dos filmes mais populares, em primeiro lugar está o vídeo da recente campanha de prevenção sobre os riscos do celular no trânsito e, em segundo lugar, o vídeo que dá dicas sobre indenização do Seguro DPVAT, apresentados abaixo. Destacamos também o filme ‘Direção Agressiva’, eleito entre as 10 melhores pegadinhas publicitárias do ano de 2014 e os filmes publicitários do Seguro DPVAT: Acidentes e Correios.

O Seguro DPVAT vem ganhando destaque nas outras redes sociais. No Facebook, a página oficial apresenta quase 100 mil curtidas e o perfil no Twitter tem cerca de 1.500 seguidores.

Aproveitamos para agradecer em especial a você, querido leitor do Blog, que contribui também para audiência em nossas redes sociais e que acredita num trânsito mais seguro!

Abaixo, listamos os três vídeos mais acessados no canal do Youtube do Seguro DPVAT. Mas, lá, você também encontra diversos outros vídeos para assistir: www.youtube.com/DPVAToficial

Campanha educativa ‘Direção Agressiva’ entre as dez melhores pegadinhas publicitárias de 2014

08/01/2015 Por:


Lançado por nosso Blog durante a Semana Nacional de Trânsito, o vídeo ‘Direção Agressiva’, da Seguradora Líder-DPVAT, foi considerado pelo portal Adnews – especializado no mercado de propaganda e mídia –entre os dez principais vídeos de capacidade viral do ano de 2014. De acordo com o site, os anunciantes que também se destacaram com “pegadinhas publicitárias”, que foram compartilhadas por milhares de usuários nas diversas redes sociais são: Skol, Fox, Ruffles, Pepsi, Coca-Cola, North Face, Mentos e Sky.

O vídeo, produzido pela agência Master Roma Waiteman, mostra um instrutor de uma autoescola que incentiva os futuros motoristas a terem atitudes erradas e agressivas, como não usar cinto de segurança, avançar semáforos e desrespeitar pedestres. O instrutor chega a abrir uma latinha de cerveja dentro do carro e oferece ao aluno. As reações dos aprendizes são de perplexidade e confronto, levando o cidadão à reflexão.

De acordo com a Seguradora Líder-DPVAT, administradora do Seguro DPVAT, o filme foi gravado com câmeras escondidas e contou com a participação de atores e alunos de autoescola. O mote da campanha alertou sobre a importância de colocar em prática o aprendizado para reduzir os acidentes no país: “Se não é assim que você aprendeu, por que é assim que você faz?”.

“Nosso objetivo foi mostrar à sociedade um vídeo que chocasse para que todos façam uma autocrítica. Para uma convivência pacífica é necessário, em primeiro lugar, o respeito. O resultado da campanha foi muito positivo e tivemos um grande número de compartilhamento nas redes sociais. A realidade do trânsito no país é gravíssima e apresenta números alarmantes de vítimas. Uma luta de todos nós para mudar este cenário,” analisa o diretor de Relações Institucionais da Seguradora Líder-DPVAT, Marcio Norton.

O vídeo está disponível em nossa Galeria. Assista, compartilhe esse sucesso com seus amigos e colabore para um trânsito mais seguro.