Arquivos do blog

O Dia do Idoso vem aí! Pratique o respeito!

29/09/2014 Por:

No dia 1º de outubro, comemoramos no Brasil o Dia do Idoso. O Código de Trânsito Brasileiro não determina com quantos anos as pessoas devem parar de dirigir e nem a idade máxima para requerer ou renovar a Carteira de Habilitação. Quem estabelece esse prazo são os próprios condutores, pois a aptidão para dirigir varia de uma pessoa para a outra, não sendo determinada exclusivamente pela idade.

É importante que todos estejam atentos à essa questão. Ao menor sinal de dificuldades para dirigir, o motorista deve “aposentar-se” também da habilitação para não colocar em risco a própria segurança ou a dos demais. De acordo com dados da Seguradora Líder DPVAT, do total de 340.539 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT no primeiro semestre desse ano, 4% foram para pessoas com 65 anos ou mais. Se considerarmos apenas as motocicletas, dos 10.999 pagamentos para morte no período, 7% foram para o público acima dos 65 anos. Para invalidez permanente, os idosos motociclistas receberam 4.040 indenizações em um universo de 206.008 pagamentos na categoria.

Além disso, os idosos sofrem com a falta de respeito no trânsito, seja como motoristas ou pedestres. Lembre-se de dar a preferência a eles no transporte coletivo, de auxiliá-los na travessia das vias sempre que necessário, de estar atento quando estiver ao volante e aguardar enquanto atravessam. Vamos praticar a solidariedade!

Parabéns aos idosos!

Já imaginou a sua cidade sem semáforo?

25/09/2014 Por:

Poynton, na Inglaterra, eliminou todos os semáforos

Você já pensou como seria se sua cidade não tivesse semáforo? Acha impossível organizar o trânsito sem um sinal?  Uma cidade na Inglaterra, Poynton, apostou nessa solução e eliminou todos os semáforos. De acordo com as autoridades locais, tirar o controle de tráfego da sinalização e confiá-lo às pessoas faz com que elas prestem mais atenção e se respeitem mais. O resultado é que os motoristas dirigem mais devagar e os pedestres encontram menos obstáculos, facilitando a vida de deficientes visuais, físicos e ciclistas. A organização dos espaços por onde transitar é feita no chão, usando diferentes tons e texturas.

Essa iniciativa tem como premissa principal o respeito entre as pessoas. É disso que precisamos para transformar a realidade do trânsito no Brasil. Hoje é o Dia Nacional do Trânsito e, mais do que nunca, devemos refletir sobre nossas atitudes nas ruas e estradas. Durante toda a semana, publicamos textos que falavam sobre os cuidados que devemos ter principalmente com os pedestres, tema da campanha da Semana Nacional de Trânsito. De acordo com dados da Seguradora Líder-DPVAT, no primeiro semestre de 2014, 19% das 340.539 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT foram destinadas a pedestres, ou seja, 66.669 pessoas estiveram envolvidas em algum tipo de acidente de trânsito. Em um ano, foram 7.806 pagamentos por morte para este tipo de vítima. É como se a Seguradora Líder indenizasse, em média, 43 pessoas por dia para casos de morte no trânsito envolvendo pedestres.

Não podemos esquecer que todo motorista, em algum momento, vira pedestre. Por isso, respeitar o próximo é uma maneira de garantir também a sua segurança. Se você muda as suas atitudes, contagia aqueles que convivem com você.  Assista ao vídeo abaixo e reflita sobre o que pode ser evitado para uma convivência mais pacífica e segura no trânsito.

Pedestres somam 19% das indenizações do Seguro DPVAT no primeiro semestre do ano

22/09/2014 Por:

Estamos na Semana Nacional do Trânsito 2014, com o tema “Cidade para as pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre”, definido pelo CONTRAN, e chamamos a atenção para a segurança dos pedestres nas ruas brasileiras. De acordo com dados da Seguradora Líder-DPVAT, no primeiro semestre de 2014, 19% das 340.539 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT foram destinadas a pedestres.

Além disso, das 66.669 indenizações destinadas a acidentes envolvendo esta categoria, 76% foram para vítimas que ficaram com sequelas permanentes e 12% foram para os beneficiários de vítimas que vieram a óbito. Destes, 50% tinham mais de 45 anos, 75% pertenciam ao sexo masculino e 42% dos acidentes ocorreram na região Sudeste. Os pedestres são os agentes mais vulneráveis do trânsito e as estatísticas demonstram que o número de vítimas ainda é muito alto.

O veículo que mais vitimou fatalmente os pedestres foi o automóvel, considerando que 58% dos pedestres que vieram a óbito foram atropelados por este tipo de veículo. Analisando os números de pedestres que ficaram permanentemente inválidos (50.578) no período, 34% pertenciam à faixa de 18 a 34 anos, 65% pertenciam ao sexo masculino e 36% dos acidentes ocorreram na região Nordeste.

Já o veículo que mais deixou os pedestres com sequelas irreversíveis foi a motocicleta, pois 49% dos pedestres receberam indenizações de invalidez permanente em decorrência de atropelamentos com este tipo de veículo. Dos dados analisados, o período do dia que mais registrou acidentes de morte e invalidez envolvendo pedestres, com 26% das indenizações, foi o anoitecer, de 17h às 20h.

Além da imprudência dos motoristas e motociclistas, parte dos acidentes com pedestres poderia ser evitado se os mesmos seguissem regras básicas de segurança, como o respeito à sinalização de trânsito. Todos devem fazer a sua parte para construir um trânsito mais seguro!

E se um instrutor de auto escola ensinasse seus alunos a cometer absurdos no trânsito?

18/09/2014 Por:

Hoje começa a  Semana Nacional do Trânsito de 2014, com o tema Cidade para as pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre, definido pelo CONTRAN. Aproveitamos o tema desse ano e fizemos um teste com futuros motoristas. Assista ao vídeo abaixo e veja a reação de pessoas que estão aprendendo a dirigir ao se depararem com um instrutor que quer ensiná-las a cometer absurdos ao volante, inclusive contra os próprios pedestres. Infelizmente, o que muita gente faz na prática quando está dirigindo, esquecendo o que aprendeu na auto escola e que todo motorista é também um pedestre.

O trânsito brasileiro é um dos mais violentos do mundo, fazendo em média 150 vítimas fatais todos os dias. Do total das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT em 2013 (633.845) para Morte, Invalidez Permanente e Despesas Médico-Hospitalares,  22% (139.445) foi destinado a pedestres, o segundo grupo depois do primeiro formado por condutores de veículos e motocicletas, que totaliza 60% das indenizações. Esses dados são da Seguradora Líder-DPVAT, administradora do seguro no País.

Esse cenário lamentável coloca o pedestre como um dos grupos mais vulneráveis no trânsito e centro das atenções. Durante a Semana Nacional do Trânsito, diariamente nosso Blog terá postagens para que, juntos, possamos refletir sobre nossos comportamentos nas vias.  Participe. Seja como motoristas ou pedestres, nós podemos fazer um trânsito seguro! #todomotoristaehpedestre

No trânsito, somos todos pedestres! Comemore o Dia do Pedestre com responsabilidade!

07/08/2014 Por:

Amanhã é o Dia do Pedestre, por isso, dedicamos esse post especialmente para as pessoas que circulam diariamente a pé pelas cidades brasileiras. Não são só os motoristas e motociclistas que precisam estar atentos ao trânsito. Os pedestres também precisam assumir comportamentos seguros para evitar acidentes. Afinal, somos todos pedestres.

De acordo com dados da Seguradora Líder DPVAT, do total de indenizações pagas por tipo de vítima no primeiro trimestre desse ano (161.070), 20% foram destinadas aos pedestres, ou seja, 32.285 pagamentos do Seguro DPVAT no período. Desses, 24.310 pedestres foram indenizados por invalidez permanente e Já para os casos de morte, foram 3.808 pagamentos feitos aos beneficiários.

Além dos princípios básicos para a segurança do pedestre (observar o tráfego e olhar atentamente em todas as direções ao atravessar a rua), há outros cuidados que podem ajudar a fazer o trânsito de quem caminha pelas ruas cada vez mais seguro:

>  Atravesse sempre na faixa de pedestres;

> Utilize as passarelas quando precisar atravessar grandes avenidas ou rodovias;

> Não abra a porta ou desça de um carro sem primeiro olhar se estão passando  pedestres ou veículos;

> Não atravesse uma via se o sinal estiver aberto para os carros;

> Não passe correndo na frente de uma garagem. O motorista pode não estar vendo você.

> Não caminhe acessando as redes sociais no celular

Relembre mais dicas de segurança para os pedestres no nosso vídeo a seguir:

Dia do Motociclista também é dia de pensar a paz no trânsito!

28/07/2014 Por:

Ontem foi comemorado o Dia do Motociclista. Sabemos que muitos de nossos leitores são apaixonados por motos, por isso dedicamos esse post para dar um panorama da situação das motocicletas no trânsito brasileiro.

Infelizmente, os motociclistas ainda representam números muito altos no total de acidentes de trânsito no Brasil. Dados da Seguradora Líder DPVAT demonstram que no primeiro trimestre de 2014, seguindo a mesma tendência dos anos anteriores, as motos representaram a maior parte das indenizações, 74% (119.901), do total de 161.070 pagamentos feitos no período. Ou seja, foram quase 120 mil pessoas envolvidas em acidentes de trânsito que tiveram o seu benefício pago nos primeiros três meses do ano. Desse total, 80% das indenizações foram para invalidez permanente e 5% para mortes.

Além disso, somente no primeiro trimestre de 2014 já foram pagas mais de 55 mil indenizações por invalidez permanente a vítimas na faixa etária entre 18 e 34 anos, envolvendo o uso de motocicletas. Os jovens brasileiros são as maiores vítimas dos acidentes violentos de trânsito e essa é uma realidade que precisamos mudar.

Por isso, reforçamos a importância do uso dos equipamentos de segurança como o capacete, colete e protetores de mãos. Os motociclistas devem praticar a direção defensiva e procurar manter-se sempre à vista dos demais motoristas. A moto é o agente mais vulnerável do trânsito, pois o erro de um carro, ônibus ou caminhão pode ter consequências muito graves para quem pilota uma moto. Por isso, evite “cortar” os carros no trânsito, pois uma mudança brusca de direção do veículo da frente pode causar um acidente.

Seja um motociclista consciente e faça a sua parte para contribuir com a paz no trânsito! Parabéns aos motociclistas!

Vamos comemorar o Dia do Motorista com mais reflexão sobre as nossas atitudes no trânsito

24/07/2014 Por:

O dia 25 de julho é especial nas ruas e estradas brasileiras. Isso porque amanhã comemoramos o Dia do Motorista. Essa foi a data escolhida porque também é Dia de São Cristóvão, padroeiro dos condutores. Gostaríamos de homenagear a todos eles e lembrar a importância que esses agentes possuem na construção da paz no trânsito.

Dados da Seguradora Líder DPVAT apontam que, de janeiro a março deste ano, a maior parte das indenizações do Seguro DPVAT foi paga para os motoristas. Em acidentes fatais, o número total de pagamentos foi de 12.401 e os condutores representaram 50% das indenizações, ou seja, 6.209. Destes condutores que foram a óbito, 64% eram motociclistas. Em acidentes com sequelas permanentes, motoristas foram indenizados em 63% dos casos, representando 76.419. Destes condutores que ficaram permanentemente inválidos, 92% eram motociclistas. Em todo o ano de 2013, foram 633.845 indenizações pagas e a maior incidência de vítimas também foi entre os motoristas, predominantemente do sexo masculino, com 60% (382.321), e destes condutores indenizados pelo Seguro DPVAT, 87% eram motociclistas.

Os condutores, sejam eles de carro, ônibus ou caminhão, estão muito expostos aos acidentes de trânsito, os altos números de indenizações demonstram isso. E é por essa razão que eles precisam se conscientizar de que são agentes da mudança. Praticar a direção defensiva, respeitar os limites de velocidade e demais leis de trânsito é uma questão de educação, cidadania e amor ao próximo.

Se cada um fizer a sua parte, poderemos mudar o cenário do trânsito brasileiro que é tão violento hoje. Dirija com prazer e vamos levar paz e gentileza para as ruas! Parabéns aos motoristas!

 

Cai o número de indenizações do Seguro DPVAT para casos de morte no primeiro trimestre do ano

07/07/2014 Por:

De janeiro a março de 2014, as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram um crescimento de 29% com relação ao mesmo período em 2013. Os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria dos pagamentos no período (75%) e os casos de morte registraram uma redução de 14% com relação ao mesmo período de 2013.~

No primeiro trimestre do ano, a maior incidência de indenizações pagas foi para vítimas do sexo masculino. A faixa etária mais atingida no período foi de 18 a 34 anos, representando 52% do total das indenizações pagas. Isso demostra, mais uma vez, o quanto os jovens estão perdendo a vida e ficando inválidos pela violência do trânsito brasileiro

Ainda no mesmo período, a maior incidência de vítimas foram os motoristas, com 62% dos pagamentos, sendo 89% destes para motociclistas e 11% para os motoristas dos demais veículos. Em acidentes fatais, os condutores representaram 50% das indenizações e, em acidentes com sequelas permanentes, 63%. Além disso, seguindo a mesma tendência dos anos anteriores, a motocicleta foi o tipo de veículo que recebeu a maior parte das indenizações, com 74%.

Além disso, de acordo com os dados da Seguradora Líder DPVAT, a região Nordeste foi a responsável pela maior concentração das indenizações do Seguro DPVAT (33%), embora sua frota seja a terceira maior do país, atrás das regiões Sudeste e Sul.

No feriado de Corpus Christi, o item mais importante da sua bagagem deve ser a segurança!

16/06/2014 Por:

Para programar uma viagem, é importante pensar em que roupas levar, em qual hotel dormir, quais lugares visitar e os restaurantes legais que devem ser visitados, certo? Mas, para que todo esse plano seja executado de maneira tranquila, é mais importante ainda planejar o transporte até o destino para que ele ocorra com a máxima segurança.

Por isso, se você pretende viajar no feriado de Corpus Christi, programe com antecedência o trajeto e os pontos de parada. Em longas viagens, uma pausa para descanso e alimentação pode fazer toda a diferença na atenção do condutor. Além disso, faça um check-up no carro ou na motocicleta antes de pegar a estrada, pratique a direção defensiva, respeite a sinalização e os limites de velocidade.

Nos últimos anos, as ocorrências de acidentes envolvendo veículos automotores, no período do feriado de Corpus Christi (entre quinta-feira e domingo), cujas indenizações foram solicitadas à Seguradora Líder DPVAT tiveram um crescimento significativo, principalmente nos casos envolvendo motocicletas, que, de 2009 a 2013, cresceram 146%. No mesmo período analisado, os casos de invalidez permanente, para esta categoria de veículos, cresceram 178%.

Os domingos e sábados do feriado são os dias da semana que geralmente apresentam maior incidência de ocorrências de morte. Em 2013, foram observadas 61% das ocorrências nestes dias. Portanto, redobre a atenção  nesses dias.

Para a cobertura de morte, as regiões Sudeste e Nordeste, foram as que apresentaram maior número de ocorrências de acidentes de trânsito com pedidos de indenização à Seguradora Líder no ano passado. Estas regiões, somadas, representaram 70% das ocorrências do feriado de Corpus Christi em 2013.

Quantidade de indenizações do Seguro DPVAT representa 99,2% da capacidade de todos os estádios da Copa!

11/06/2014 Por:

Estudo da Seguradora Líder-DPVAT em parceria com o Observatório Nacional de Segurança Viária aponta que a quantidade de pessoas indenizadas pelo Seguro DPVAT em 2013 – mortos, inválidos e feridos por acidentes de trânsito – seria capaz de lotar 99,2% da capacidade de todos os doze estádios para a Copa do Mundo juntos. A ocupação total dos estádios é de 639.133 lugares, enquanto a Seguradora pagou 633.845 indenizações no último ano. Em 2012, a “taxa de ocupação” era de 77%.

Os dados revelam a grande quantidade de pessoas que estão morrendo ou ficando inválidas permanentemente em razão dos acidentes de trânsito.  O Movimento Maio Amarelo terminou com  a missão cumprida de conseguir chamar atenção para os números alarmantes da violência no trânsito. Agora, é preciso que o Brasil tenha um conjunto de ações integradas para combater o problema e impedir que faça novas vítimas, a maioria delas entre 18 e 34 anos.

Se o trânsito causa  tristeza, pelo menos o futebol pode nos proporcionar alegria.  E a Seguradora Líder-DPVAT está torcendo pelo Brasil nessa Copa do Mundo, juntamente com você e milhões de pessoas que acreditam na força das cores da bandeira nacional.

Afinal, duas coisas unem todos os brasileiros: a Seleção e o Seguro DPVAT.

Pra frente, Brasil!