Arquivos do blog

Sistema antiesmagamento em janelas pode ser item obrigatório na prevenção de acidentes 

31/03/2016 Por:

vidro-eletrico-interruptores-800x500_c

Você já ouviu falar em sistema antiesmagamento em janelas de automóveis? O dispositivo diminui o risco de que os ocupantes de um veículo de fiquem com a mão ou braço presos entre o vidro e a estrutura da janela quando ele sobe.

De acordo com matéria do portal Radar Nacional, o Projeto de Lei 5124/09, que torna esse item obrigatório para janelas com acionamento elétrico, foi aprovado pela Câmara dos Deputados e seguiu para votação no Senado.

A justificativa da redação, que altera o Código de Trânsito Brasileiro, é que o movimento dos vidros elétricos não para automaticamente se alguma coisa interrompe a sua trajetória e isso pode causar acidentes, principalmente com crianças e bebês.

Em alguns casos, o dispositivo, além de impedir que o vidro continue subindo ao encontrar resistência, ainda o faz recuar alguns centímetros aumentando a segurança do automóvel.

Vamos comemorar os quatro anos do blog!

28/03/2016 Por:

Imagem 4 Anos para Blog

Nosso blog Viver Seguro no Trânsito está fazendo aniversário. Aproveitamos para reforçar aqui o nosso compromisso em contribuir para um trânsito mais seguro, levando temas importantes para conhecimento dos nossos leitores. Nossa intenção é fazer com que cada um reflita sobre a importância de fazer a sua parte e entenda que atitudes individuais podem impactar na vida de várias pessoas.

Lembramos aos leitores que temos novos posts sempre às segundas e quintas, que falam sobre segurança, dicas, números de indenizações do Seguro DPVAT, boas práticas de trânsito no Brasil e no mundo e notícias relevantes com dados sobre trânsito e novidades da legislação.

Até hoje, já recebemos a visita de mais de 700 mil pessoas de diversas cidades do Brasil e do  mundo.

Gostaríamos de agradecer a todos que interagem mandando comentários, curtindo e compartilhando os nossos posts! A participação de vocês é muito importante para nós.  E continuaremos juntos na luta por um trânsito mais seguro!

Faça a sua parte e viaje seguro na Semana Santa!

24/03/2016 Por:

mTdBdf6

Se você vai viajar para aproveitar o feriado da Semana Santa, não se esqueça: é item obrigatório levar a segurança a sério. Muitos acidentes de trânsito não aconteceriam se os condutores fossem mais prudentes e praticassem a direção defensiva. Excesso de velocidade, ultrapassagens perigosas, uso do celular ao volante e mistura entre álcool e direção são alguns exemplos de comportamentos que podem ser evitados para garantir uma viagem tranquila.

Dados da Seguradora Líder-DPVAT apontam que nos últimos anos, as ocorrências de acidentes envolvendo veículos automotores no período da Semana Santa – entre quinta-feira e o domingo de Páscoa – tiveram um crescimento significativo, principalmente nos casos envolvendo motocicletas. De 2010 a 2015, o número de indenizações solicitadas à Seguradora referentes a essa categoria de veículos cresceu 90%, sendo que os casos de invalidez permanente, no mesmo período analisado, cresceram 126%. Esses números ainda podem aumentar pelo fato do prazo de pedido de indenização ser de até 3 anos.

Além disso, no ano passado, as faixas etárias de 18 a 34 anos foram as que mais estiveram envolvidas nos acidentes de trânsito, representando 48% das ocorrências no período. Já os motoristas são as principais vítimas. De 2010 a 2015, houve um aumento de 113% de ocorrências envolvendo condutores.

Em 2015, os homens estavam envolvidos em 76% dos acidentes no período da Semana Santa, contra 24% das mulheres. E os dias da semana que tiveram a maior incidência de morte foram o sábado e o domingo que, juntos, concentraram 55% das indenizações.

Nos últimos seis anos, as regiões Nordeste e Sudeste foram as que apresentaram maior número de ocorrências de acidentes de trânsito com pedidos de indenização à Seguradora Líder-DPVAT. Estas regiões somadas representaram 60% das ocorrências da Semana Santa em 2015.

Se cada um fizer a sua parte, a Semana Santa será de paz e tranquilidade nas estradas. Bom feriado!

Existe mais dor em cemitérios de veículos do que em cemitério de homens

21/03/2016 Por:

image002

A Seguradora Líder-DPVAT fez uma campanha publicitária muito interessante no ano passado pelo Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito, falando que cada veículo acidentado tinha uma história para contar. No filme criado, que você pode ver abaixo, um Policial Rodoviário Federal começa a apontar os carros destruídos e explica que tipo de acidente ocorreu.

Para quem acredita em energia, ver um pátio cheio de veículos retorcidos, onde vidas foram perdidas é uma imagem triste e pesada. É possível imaginar os últimos instantes dentro desses carros. Conversas animadas, brincadeiras, expectativas, sonhos, esperança foram substituídos em frações de segundo por desespero, terror, angústia e dor profunda. Tudo interrompido brutalmente por acidentes com causas diversas que vão desde excesso de velocidade, passam pela imprudência, uso do celular ao volante, cansaço, distração e chegam ao consumo de álcool e drogas. Enfim, por situações que poderiam ser perfeitamente evitadas.

Embora os corpos das vítimas de um mesmo acidente sejam enterrados em locais distintos a pedido das famílias, a verdade é que a intensidade dos últimos momentos da vida de cada uma delas está presente nesses carros, caminhões, motos e ônibus, retorcidos pelo impacto e pela dor. O cemitério de veículos tem mais dor acumulada que o cemitério dos homens. Não há morte natural no acidente, apenas a inesperada viagem para outro plano. Não planejada, nem desejada, apenas ocorrida.

Infelizmente, olhamos para as estatísticas de acidentes assim como olhamos para os carros retorcidos. Conseguimos ver os números, a lataria amassada, os bancos retorcidos e as peças quebradas. Mas não percebemos a dor, o drama, a tristeza e a morte que esses mesmos veículos carregam. Quem sabe um dia a sociedade brasileira entenda que saímos da pista do bom senso, perdemos a noção do perigo injustificado e esquecemos o valor das vidas humanas. Os acidentes nas estradas e ruas não são obras do acaso, mas do nosso descaso.

É curioso e triste que são justamente através dos dados de um seguro que protege as vítimas e seus familiares, como é o DPVAT, que podemos quantificar o tamanho da tragédia que nossos olhos parecem não querer ver.

Embora o papel das autoridades seja sempre fundamental para combater essa chacina sobre rodas, a verdade é que a engrenagem do trânsito é feita de gente, de seres humanos, e nós somos senhores do nosso destino. Somos nós que controlamos o volante e que podemos definir onde vamos chegar. Infelizmente, estamos viajando muito mais na direção do cemitério dos carros do que para o horizonte da vida. Mas podemos mudar a direção. Só depende de nós!

Rodolfo Alberto Rizzotto

Formado em Direito e Economia, coordena o programa de segurança nas estradas SOS Estradas e edita o site www.estradas.com.br, onde é possível acompanhar os temas de seus artigos também em arquivos de áudio, disponíveis para download.

Conheça o novo portal Seguradora Líder-DPVAT que reúne informações institucionais e do Seguro DPVAT

17/03/2016 Por:

sitedpvat

A Seguradora Líder-DPVAT acaba de lançar seu novo portal institucional na internet. Com as informações da Seguradora e do Seguro DPVAT agora reunidas num único portal, o novo projeto prioriza a modernidade, a acessibilidade e a facilidade de acesso às informações. Pensado também para facilitar a vida dos portadores de deficiências visuais, auditivas e físicas, o novo website contempla recursos de navegação e ferramentas audiovisuais, como, por exemplo, o tradutor de libras e o leitor de textos, que permitem que qualquer pessoa tenha acesso ao conteúdo do site, de forma mais simples e agradável.

O novo portal foi desenvolvido com layout responsivo para ser acessado em diversos dispositivos sem perder recursos de layout e navegação. Ou seja, não importa qual o dispositivo que o usuário utilize, o  conteúdo permanece organizado de acordo com o tamanho do navegador. Dessa nova forma, as imagens e o texto aumentam ou diminuem proporcionalmente. O novo portal foi desenvolvido em plataforma para facilitar e agilizar a gestão de conteúdo e aplicações e, com isso, proporcionar ao internauta uma experiência de navegação mais simples e agradável.

Uma nova área destaca informações e serviços do Seguro DPVAT. Lá, o usuário pode consultar o calendário de pagamento do Seguro DPVAT; checar a documentação necessária para a indenização do seguro; consultar os pontos de atendimento mais próximos; acompanhar os processos de indenização, entre outros serviços e facilidades. Todos os canais de contato buscam facilitar a comunicação da Seguradora com usuário, que pode falar em tempo real com a equipe de atendimento e também fazer denúncias de fraudes.

Existem ainda áreas e canais exclusivos para os diversos públicos que se relacionam com a Seguradora Líder-DPVAT, como a Sala de Imprensa; o canal do Corretor; o canal das Seguradoras Consorciadas; o canal dos DETRANs e o canal do Prestador Médico. Com essa estratégia de relacionamento, a Seguradora Líder-DPVAT busca estabelecer uma relação  mais próxima entre a empresa, parceiros, imprensa, beneficiários e sociedade.

Seja bem-vindo o novo portal da Seguradora Líder-DPVAT: www.seguradoralider.com.br

Faça parte também das nossas redes sociais!

Facebook: www.facebook.com/DPVAToficial

Twitter: www.twitter.com/DPVAToficial

Youtube: www.youtube.com/DPVAToficial

Instagram: instagram.com/DPVAT_oficial

Melhores estradas do Brasil, no Sudeste, são também as mais saturadas

14/03/2016 Por:

road-932871_1280

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Transporte (CNT) analisou as condições das principais estradas do Brasil e chegou à conclusão de que a Região Sudeste é a que possui o maior número de vias consideradas boas ou ótimas. As melhores rodovias pertencem à inciativa privada e dos trechos rodoviários que mais aparecem entre os dez melhores, em dez anos de avaliações, nove ficam em São Paulo.

Mas, de acordo com matéria publicada no site Radar Nacional, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que as rodovias do Sudeste são as mais saturadas. Essas são vias importantes para o escoamento da produção e, de acordo com a entidade, precisam de obras de ampliação para acompanhar o crescimento do fluxo de cargas.

Um exemplo é o Rodoanel (SP-270), em São Paulo. A saturação da via chega a 284% nos horários de maior movimento. O mesmo ocorre com a BR-040 (Duque de Caxias), no Rio de Janeiro, que tem um movimento 216% acima da sua capacidade. Já no estado de Minas Gerais, o trecho que merece atenção é o da BR-262, com 123% de saturação.

A importância de atender a um recall e garantir a sua segurança

10/03/2016 Por:

29

O recall – em português “chamar de volta” ou “chamamento” – é um procedimento que ocorre quando o fabricante identifica uma falha no produto vendido, que pode representar um risco à saúde, à integridade ou à segurança do usuário. No Brasil, esse processo é regulamentado pelo Código de Defesa do Consumidor, que determina que a empresa responsável pelo item deve comunicar os consumidores por meio de contato direto e/ou imprensa e realizar a troca ou reparo do defeito gratuitamente.

No momento do recall, o fabricante é obrigado a entregar ao usuário um documento que comprove que ele compareceu, com detalhes do serviço realizado. É importante atender a esse chamado o quanto antes, principalmente no caso de veículos, para garantir a segurança do condutor e demais passageiros que utilizam aquele automóvel.

No site do Denatran, é possível consultar se há algum procedimento de recall pelas montadoras. Fique atento a notícias nos meios de comunicação e sites especializados e, caso o seu veículo receba um “chamamento”, não perca tempo! Segurança em primeiro lugar!

Cautela das mulheres contribui para trânsito mais seguro

08/03/2016 Por:

Mulher5

Especialistas indicam que as mulheres são mais atentas ao volante, menos agressivas e se arriscam menos. Por isso, o número de acidentes de trânsito que envolvem condutores do sexo feminino são menores do que os relacionados ao sexo masculino. Outra explicação é a de que os homens ainda dominam em profissões como motoristas, caminhoneiros, taxistas e motoboys, e, por isso, estão constantemente nas estradas de alta velocidade e vias de tráfego, representando a maior parte dos envolvidos em acidentes.

De acordo com dados da Seguradora Líder DPVAT, no ano de 2015, do total das indenizações pagas, 24% foram para mulheres e 76% para homens. No caso de morte, a diferença é ainda maior, com 82% de vítimas pertencentes ao sexo masculino.

O menor risco associado à mulher ao volante também pode ser verificado pelas estatísticas referentes ao condutor. No ano passado, apenas 9% das indenizações pagas foram para motoristas do sexo feminino, contra 58% para motoristas do sexo masculino.

A maior incidência dos casos de morte ocorre na faixa de 45 a 64 anos, sendo a passageira a principal vítima nesta faixa etária. Já nos casos de invalidez, a maior incidência ocorre na faixa de 25 a 34 anos, vitimando principalmente a motorista.

Em 2015, do total das indenizações pagas por morte e invalidez permanente envolvendo mulheres, 40% eram motoristas, 20% pedestre e 40% passageiras, não tendo variação significativa em relação a 2014. Em relação ao tipo de veículo envolvido nas ocorrências com mulheres, em 2015, 53% das mortes foram decorrentes de acidentes com automóveis e 73% dos casos de invalidez permanente, foram relacionados a motocicletas.

Embora a Região Sul concentre 14% da população feminina do país, o percentual de indenizações pagas envolvendo vítimas femininas, foi de 17% tanto para morte quanto para invalidez. Já na Região Sudeste, em 2015, tanto o percentual de morte quanto o de invalidez, 38% e 27%, respectivamente, ficaram abaixo dos 43% de concentração de mulheres nesta Região.

Para melhorar ainda mais esses índices é importante que as mulheres pratiquem sempre a direção defensiva e respeitem os limites de velocidade. Para as grávidas, a dica é: não deixe de usar o cinto de segurança! Ele deve ser ajustado para que não fique sobre a barriga. A faixa diagonal deve passar no meio do ombro, depois entre os seios e ficar lateralmente ao abdômen e a faixa inferior deve ficar abaixo da barriga.

Feliz dia para todas as mulheres do Brasil!

Boas práticas para uma condução segura

03/03/2016 Por:

MARÇO5 (2)

São nas ações cotidianas que revelamos o nosso compromisso com a segurança no trânsito e o quanto podemos proteger todos ao nosso redor: pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e caronas  e, também, promover o autocuidado na direção.

A segurança envolve práticas, atitudes e comportamentos. E, no trânsito, as boas práticas não podem ser esquecidas, sob o risco de causarmos acidentes e até mortes. Quando pensamos no assunto, sempre pensamos no exemplo dos outros. Mas nós temos que ser a referência.

Falar sobre segurança parece tão óbvio, mas praticá-la é um desafio, pois somos seduzidos a arriscar. Os motivos são muitos: porque estamos com pressa, estressados, distraídos, ou até porque não tem ninguém vendo. A fiscalização das nossas práticas precisa ser feita primeiramente por nós mesmos – é importante, que exista um autopoliciamento para não agirmos de forma perigosa, achando que nada pode acontecer.

Fazer a coisa certa é essencial a todo motorista, motociclista, ciclista e pedestre. E para isso, basta que você seja responsável, atento e compartilhe o espaço do trânsito com cidadania. Condução segura é isso, cada um fazendo a sua parte para garantir o bem-estar de todos.

Assista no vídeo abaixo mais algumas dicas sobre condução segura: