Pequenas distrações podem ser arriscadas

07/05/2012 Por:

 

Estudos da NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration), órgão de segurança no trânsito do Ministério dos Transportes dos EUA, indicam que o uso de celular ao volante aumenta em 23 vezes o risco de acidentes. Mas não é só o celular que coloca o motorista em situação de risco. Veja algumas dessas situações:

– Som: procure selecionar o que quer ouvir enquanto o veículo estiver parado. Evite o volume alto porque encobre o som da buzina de outros carros e do apito do agente de trânsito;

– Cigarro: O correto é não fumar. Dirigir com uma das mãos é infração de trânsito de natureza média, punida com multa. Mas, se insistir fazê-lo, jogue as cinzas no cinzeiro do carro;

– Produtos de beleza: Não retoque a maquiagem ou o cabelo enquanto dirige. Pare o carro para se embelezar. O espelho do para-sol só deve ser usado quando o veículo estiver parado;

– Comida e Bebida: De preferência, só consuma quando estiver estacionado, pois para comer precisará tirar uma das mãos do volante, cometendo uma infração. Os alimentos devem ficar firmes para não cair e as bebidas devem ser armazenadas de forma que não derramem, para evitar distrações.

Lembre-se sempre de que a segurança deve vir em primeiro lugar!

 

Fonte: Portal do Trânsito

 

Saiba como montar um kit de primeiros socorros

03/05/2012 Por:

Apesar do Código de Trânsito Brasileiro não considerar obrigatório o kit de primeiros socorros em automóveis, ter um por perto pode ser muito útil. Ele é utilizado nos cuidados iniciais em situações de ferimentos mais leves, podendo evitar complicações.  O kit deve estar sempre completo e em local acessível, por isso, vamos dar algumas dicas de como montá-lo:

 – Ele deve conter luvas de procedimento e compressas de gaze para serem colocadas sobre os ferimentos;

 – Uma tesoura também é importante, caso seja necessário cortar algum desses materiais ou liberar o local do ferimento;

 – Ataduras de crepe e esparadrapos servem para curativos e imobilizações;

 – Algodão e curativos do tipo band-aid também podem ser muito úteis;

 – Deve conter soro fisiológico para ajudar na limpeza dos ferimentos;

 – O recipiente em que você armazenar o produto deve estar sempre limpo e higienizado.

O que não podemos esquecer é de providenciar o atendimento especializado assim que nos depararmos com algum acidente, pois os primeiros socorros são úteis, mas não substituem a avaliação e tratamento profissional.

Conheça o movimento “Não foi acidente”

19/04/2012 Por:

 

Ano após ano, as estatísticas das estradas brasileiras nos assustam. Ainda temos altos índices de acidentes, muitos deles provocados por motoristas embriagados e que, por vezes, ficam impunes. O movimento Não Foi Acidente, criado por Rafael Baltresca, está tentando mudar esse cenário.

Rafael teve a mãe e a irmã mortas no dia 17/09/11, vítimas de um atropelamento por um carro em alta velocidade, em São Paulo. Testemunhas do acidente afirmaram que o atropelador estava embriagado. Após o acidente, Rafael criou o movimento com o objetivo de mudar as leis brasileiras, que abrem brechas para a impunidade.

O movimento propõe um novo projeto de Lei que tem como pontos principais a manutenção do crime de trânsito como homicídio culposo e o aumento da pena caso seja comprovada a embriaguez do motorista, ainda que o acidente não resulte em morte.

Para que a petição pública seja encaminhada para a Câmara dos Deputados serão necessárias 1.300.000 assinaturas e para participar é preciso ter o título de eleitor.

Conheça melhor o projeto e participe dessa campanha! Acesse o site http://naofoiacidente.org/blog/ e divulgue o movimento para seus familiares e amigos nas redes sociais! Vamos juntos ajudar ativamente na conscientização para um trânsito mais seguro!

Facebook: www.facebook.com/NaoFoiAcidente
Twitter: www.twitter.com/NFA_Oficial
Youtube: www.youtube.com/NaoFoiAcidente
Portal: www.NaoFoiAcidente.org

Lei Seca ficará mais rigorosa

16/04/2012 Por:

 

Em fevereiro falamos neste post (Leia aqui) sobre o Projeto de Lei nº 5607/09, do deputado Hugo Leal (PSC/RJ) que pretende aumentar o rigor da Lei Seca. Na última semana, no dia 11 de abril, ele foi aprovada o pela Câmara dos Deputados e agora será analisada pelo Senado Federal para ir à sanção presidencial.

O projeto tem por objetivo aumentar o rol de provas que permitem identificar a alteração da capacidade psicomotora do condutor em razão do uso de álcool ou outra substância que determine dependência. Além disso, dobra o valor da multa aplicada aos motoristas que forem flagrados sob essas condições. O valor atual é de R$ 1.915,40, podendo chegar a R$ 3.830,80, na hipótese de reincidência no período de 12 meses.  Antes, a multa era de R$ 957,70.

“Ampliando o escopo das provas e aumentando a punição, restabelecemos a segurança no trânsito do Brasil”, afirmou o parlamentar.

A partir da mudança, as autoridades poderão utilizar provas como relatos testemunhais, imagens e vídeos para comprovar a embriaguez do motorista. O bafômetro continua ao dispor para atestar a sobriedade do condutor.

Cuidados no transporte de animais

12/04/2012 Por:

 

Companheiros e considerados até mesmo como os melhores amigos do homem, os animais são cada vez mais vistos em automóveis e motocicletas. Mas é importante estar atento às questões de segurança ligadas ao transporte deles em veículos. Assim como as crianças pequenas, eles também merecem cuidados especiais.

Muitos não sabem, mas o Código de Trânsito Brasileiro instrui quanto ao transporte de animais em carros de passeio. Nada de tomar vento na cara, ir de carona no banco da frente e soltos nos carros. De garupa na moto e com capacete? Também é proibido!

O ideal é que eles sejam transportados em caixas ou em cintos especiais de segurança, artigos encontrados em lojas especializadas e pet shops. Se o animal estiver solto no veículo, pode tirar a atenção do motorista, causar algum acidente ou até mesmo se machucar.

Hoje, nossos bichinhos podem ser transportados com muito conforto e segurança, então, vamos ficar atentos!

Vai viajar? Faça um check-up no carro!

05/04/2012 Por:

 

O feriado chegou, a viagem está programada, as malas arrumadas e… não esqueça de um item muito importante: fazer um check-up no automóvel antes de pegar a estrada. Muitos acidentes acontecem por falta de manutenção nos veículos, por isso é necessário que os motoristas façam uma revisão antes de viajar, a fim de garantir a sua segurança e dos demais passageiros. Veja algumas dicas:

– Cheque se os pneus e o estepe estão calibrados e se o carro está alinhado e balanceado;

– Teste o funcionamento dos freios e também dos faróis e lanternas;

– Verifique os níveis da água no radiador e de óleo no motor. Lembre-se de que o óleo e o filtro devem ser trocados de acordo com a recomendação do fabricante;

– Certifique-se de que o extintor de incêndio está na validade e que o triângulo de sinalização e as ferramentas necessárias para troca de pneus estão no carro;

– Confira os cintos de segurança (deixe livre para uso o cinto do banco traseiro também) e verifique se não há nenhum barulho anormal no veículo.

Viajar com segurança deve ser sempre prioridade! Boa viagem e bom feriado!

Atenção dobrada nas estradas durante o feriado

02/04/2012 Por:

 

O feriado da Semana Santa está chegando e muitas pessoas devem viajar para aproveitar os dias de folga. Com isso, aumenta o volume de veículos nas estradas e também o risco de acidentes.

Dados da Seguradora Líder – DPVAT apontam que no período de 2006 a 2011, foram pagas 14.892 indenizações do Seguro DPVAT para acidentes ocorridos durante esse feriado em estradas brasileiras. Este número ainda pode aumentar, tendo em vista que o prazo para apresentar o pedido da indenização é de 3 (três) anos a contar da data do acidente. Só no ano passado foram 462 casos de morte, 1.161 de invalidez permanente e 477 casos de reembolso por despesas médicas hospitalares. A maioria dos acidentes ocorre com automóveis e motocicletas e os dias que requerem maior atenção são quinta e domingo, justamente o início e a volta do feriado.

Algumas atitudes podem ajudar a mudar esse cenário. Faça uma revisão completa do seu veículo antes de pegar a estrada: cheque o motor, os pneus, freios, o nível de óleo, a validade do extintor de incêndio e claro, os cintos de segurança. Respeite os limites de velocidade das estradas, a sinalização e não faça ultrapassagens perigosas. E nunca dirija após consumir bebida alcoólica! O trânsito seguro é responsabilidade de todos, sempre leve em consideração a sua segurança e dos demais que utilizam as vias!

Bom feriado e Feliz Páscoa!

Pedalando com segurança

26/03/2012 Por:

 

Dizem que andar de bicicleta se aprende uma vez e nunca se esquece. A “magrela”, um meio de transporte cada vez mais utilizado nos grandes centros brasileiros, além de contribuir para o meio ambiente, é um ótimo exercício físico e uma maneira mais rápida de chegar aos nossos locais de destino. Mas os ciclistas devem tomar algumas precauções para evitar acidentes no trânsito.

Seguem algumas dicas:

– Antes de sair, certifique-se de que a sua bicicleta está com a manutenção em dia e em perfeitas condições de uso;

– Dê preferência para roupas claras, que facilitam a visibilidade dos motoristas;

– Não saia sem os equipamentos de segurança, como capacete, luvas e óculos, que protegem não só dos raios solares, mas também contra poeira e insetos;

– Se for pedalar à noite, utilize faróis e lanternas. Não se esqueça também dos refletores, que ajudam a ser visto no trânsito;

– Sempre sinalize as suas intenções. É necessário informar antes de mudar de direção.

O mais importante é estar sempre consciente das suas ações. E não se esqueça: respeite as leis de trânsito! As bicicletas também são veículos e, por isso, devem respeitar as mesmas regras dos veículos.

Boa pedalada!

Você sabe o que é Direção Defensiva?

22/03/2012 Por:

 

Uma maneira importante de evitar acidentes de trânsito é o conhecimento e prática da Direção Defensiva.  De acordo com o Manual de Direção Defensiva, publicado pelo Denatran em 2005, o termo significa: “a forma de dirigir, que permite a você reconhecer antecipadamente as situações de perigo e prever o que pode acontecer com você, com seus acompanhantes, com o seu veículo e com os outros usuários da via”.  Ou seja, são medidas e procedimentos necessários para prevenir ou minimizar as consequências de acidentes de trânsito. Esse conceito é baseado na noção de que em todo acidente sempre está presente uma falha humana relacionada ou a negligência, ou imprudência, ou imperícia.

Os riscos e perigos a que estamos sujeitos no trânsito estão relacionados com diversos fatores como os veículos, os condutores, as vias de trânsito, o ambiente e o comportamento das pessoas.

E aprender sobre Direção Defensiva é essencial para a formação de bons motoristas. Você pode encontrar mais informações no link a seguir, que contém o Manual completo do Denatran:

www.detran.ba.gov.br/noticias/DIRECAO_DEFENSIVA.pdf