Boas Ideias

Aqui o seu post pode virar uma boa ideia e aparecer nessa página. Contribua. Sua participação é muito importante para nós!

Confira dicas para manter o bem-estar no trânsito

Você sabia que ontem foi o Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida? Como o próprio nome já diz, a data foi criada para promover práticas saudáveis e melhorar nossa qualidade de vida. Pegando carona nessa ideia, separamos algumas dicas para ajudar os nossos leitores a ter hábitos mais saudáveis e aumentar o bem-estar dentro e fora do trânsito. Olha só:

– O cuidado com a postura é muito importante. Afinal, ninguém gosta de ficar com dor nas costas, né? Uma ótima dica é aproveitar os congestionamentos para se alongar: mexer o pescoço, os punhos e flexionar e estender os pés. Além disso, a boa é tentar manter a coluna reta e encostada no banco.

– Para manter a atenção no volante é recomendável ter uma boa noite de sono. De preferência, de sete a oito horas dormindo. Assim, dá pra ter mais disposição e energia durante as viagens.

– Ouvir música é uma opção que pode ajudar a reduzir o estresse. Só não vale colocar o volume nas alturas, porque acaba tirando a atenção no trânsito;

– Praticar atividades físicas com frequência e manter uma alimentação mais saudável – com frutas, verduras e pouca gordura – ajuda a diminuir o risco de doenças e aumenta a qualidade de vida. Que tal trocar o carro pela bicicleta pelo menos uma vez por semana e começar a se exercitar? Acordar um pouco mais cedo para caminhar no fim de semana também conta! 😉

E aí? Quais dessas dicas você vai adotar no seu dia a dia?

Conta pra gente nos comentários o que você faz pra ter uma vida mais saudável! No próximo post sobre o assunto a gente compartilha a sua sugestão. 😉

Conheça os parklets, as minipraças das cidades

Qual foi a última vez que você saiu de casa, foi para um parque ou uma praça da sua cidade e curtiu o tempo livre? Se não consegue se lembrar, fique tranquilo. Você não está sozinho nessa! Com o dia a dia cada vez mais corrido, a gente fica mesmo sem tempo pra aproveitar espaços públicos bacanas em nossas cidades.

Foi nesse cenário que surgiram os parklets, minipraças construídas próximas às calçadas ou em vagas de estacionamento com o objetivo de melhorar o uso do espaço público e oferecer um lugar de convívio entre as pessoas.

Por ser uma área de lazer e convivência, o parklet aumenta a interação social e estimula a prática da caminhada. Em alguns casos, o espaço ainda pode ter bancos, floreiras ou equipamentos de ginástica.

A ideia surgiu em 2005, na cidade de São Francisco,nos Estados Unidos. No Brasil, a primeira cidade a receber as minipraças foi São Paulo, em 2013, por uma iniciativa da ONG Mobilidade Verde. Hoje, cidades como Rio de Janeiro e Salvador também já aderiram à novidade.

Além de estimular o convívio público, o parklet tem outras vantagens. Olha que legal:

– Contribui para a sustentabilidade das cidades, pois é feito com material sustentável;

– É prático, já que as peças são pré-fabricadas e desmontáveis;

– E também dá aquela mãozinha para o comércio local, já que atrai visitantes em busca de uma experiência agradável. 😉

E você? Toparia passar uns minutinhos nos parklets? Tem alguma iniciativa parecida onde você mora? Conta pra gente! 😉

Novos modelos de moto mostram avanço no futuro da mobilidade

Motobot, novo conceito da Yamaha – Foto Divulgação

Motos que se equilibram sozinhas, voam e são pilotadas por robô. Cena de filme? Que nada! Hoje as motocicletas também estão se modernizando, mostrando que o futuro da mobilidade não está ligado apenas aos carros.

Na CES 2017, maior feira de tecnologia do mundo, a Honda apresentou o Riding Assist Motorcycle, um novo conceito de motos que se equilibram sozinhas, evitando quedas, inclusive em velocidades mais baixas. O veículo também conta com um assento que dá liberdade completa de movimento para o condutor em todas as direções, seguindo o balanço natural do corpo.

Como se não bastasse o equilíbrio próprio no modelo da Honda, a empresa russa Hoversurf fez testes com a Scorpion 3, uma moto que é capaz de voar. O modelo é dirigido a partir de dois controles remotos, mas ainda tem pouca mobilidade. Na apresentação, o veículo chegou a sair do chão com um motociclista, andando de um lugar para o outro. Para quem gosta de videogame, pilotar a “moto voadora” será uma experiência e tanto!

Mas se engana quem pensa que o céu, ou no caso, o voo, é o limite para as novas tecnologias. A Yamaha criou o Motobot, um robô que é capaz de dirigir motos. A invenção, que mais lembra o nome de desenho japonês, foi revelada no Salão de Tóquio do ano passado, e poderá rodar a velocidades acima de 200 km/h em circuito, garante a empresa.

Quanta novidade, né? Você andaria em alguns desses modelos? Sabe de alguma outra tecnologia sobre motos interessante? Compartilhe com a gente, poste aqui o seu comentário! 😉

Vamos melhorar a rotina no trânsito?

Passar muito tempo no trânsito durante os caminhos diários de casa, trabalho ou escola tem se tornado cada vez mais comum na rotina de motoristas das grandes cidades. E o que poderia ser um período tranquilo na direção, muitas vezes se torna desgastante, e, pior, aumentam as chances de conflitos com outros motoristas ou pedestres. Mas sempre é possível tornar o trânsito um local com menos estresse. Por isso, separamos algumas dicas que deixarão sua rotina mais leve. 😉

– Já notou como o número de automóveis aumentou nos últimos anos? Ok, não precisa ser especialista para observar isso. Segundo o portal de notícias G1, em 2014, existia um carro a cada 4,4 habitantes no Brasil. Imagina como a pressa pode tornar difícil a convivência entre todos esses veículos no trânsito? Planejar o trajeto com antecedência ajuda a ganhar tempo e aí não custa nada oferecer passagem para quem estiver atrasado, né? Sem contar que boas ações são sempre retribuídas.

– A qualquer momento, algum evento inesperado pode acontecer. Se precisar resolver a questão com outro motorista, o ideal é evitar desentendimentos, manter a calma e procurar uma forma de conversar em outra hora.

– A paciência é sempre bem-vinda nas vias. É recomendável ter calma com idosos, condutores com pouca experiência e pessoas com necessidades especiais. Essa prática contribui para tornar a rua um lugar mais acessível e tranquilo para todos!

– Evitar estacionar em cima da faixa de pedestres ou bloquear cruzamentos também ajuda a manter a harmonia no trânsito.

– Mas não são só os motoristas que podem ter boas atitudes. Os pedestres também podem colaborar. Usar as passarelas, respeitar o sinal vermelho e atravessar a rua na faixa são atitudes que demonstram respeito com todos e evitam dores de cabeça.

Tem alguma atitude gentil que você quer ver no trânsito? Fique à vontade para contar nos comentários.

 

 

Os pontos de ônibus mais diferentes do mundo

Ponto de ônibus em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com ar condicionado

Tédio. Uma palavra muito usada para definir a realidade de quem diariamente espera por ônibus no ponto. Pensando nisso, algumas cidades pelo mundo transformaram a espera (muitas vezes longa) pelo ônibus em algo prazeroso. Você sabia que existem pontos de ônibus com biblioteca, sofá e até com ar-condicionado? Veja como as ideias são criativas e possíveis de serem implantadas.

Em Krumbach, na Áustria, as paradas de coletivos ganharam um tom arquitetônico. Tudo começou quando arquitetos de sete países diferentes (Rússia, Noruega, Bélgica, Espanha, Chile, China e Japão) se reuniram e criaram verdadeiras obras de arte.

Ponto em Krumbach, na Áustria

Criados em 1990, pontos de ônibus no formato de frutas enfeitam as ruas de Konagai, no Japão. Existem melancias, morangos, laranjas e até tomates. Com mais de duas décadas, as frutas gigantes tornaram-se um ponto turístico no outro lado do mundo.

Ponto em Konagai, no Japão

O Brasil não fica de fora dessa lista. Pontos de ônibus em formato de tubo chamam a atenção de quem visita Curitiba. Mas a modernidade da capital paranaense não agrada a todos. Muitos criticam o calor no interior dos tubos, que chegou a 50º C durante o verão de 2014.

Ponto em Curitiba, no Brasil

Bem diferente de Curitiba, um ponto de ônibus com ar-condicionado foi inaugurado na Flórida (Estados Unidos), em 2016. O local, que pode abrigar até 15 pessoas, faz parte de uma iniciativa para levar mais pontos refrescantes à região de Miami-Dade

Ponto na Flórida, EUA

Depois dos exemplos acima, você pensa que já viu de tudo? Que nada! Imagine um lugar com livros, assentos amplos e estacionamento para bicicletas? Esse local poderia ser um café, um parque ou uma sala de estar. Mas, na verdade, é uma parada de ônibus em Jurong, em Singapura. Para melhorar, o espaço ainda conta com conexão de internet.

Ponto em Jurong, em Cingapura

Gostou das iniciativas? Conhece algum ponto de ônibus diferente na sua cidade? Poste aqui seu comentário e compartilhe com a gente!