Arquivos anuais: 2017

Seguro DPVAT: como dar entrada no pedido de indenização?

17/08/2017 Por:

O Seguro DPVAT ampara as vítimas de trânsito em todo o Brasil. Seja motorista, passageiro ou pedestre, todos têm direito a esse benefício quando se enquadram em um dos três tipos de cobertura: Reembolso de Despesas Médicas, Invalidez Permanente e Morte. Solicitar o Seguro DPVAT é gratuito. Além disso, não necessita da intermediação de terceiros. Você sabe o que fazer caso passe por essa situação? Para te auxiliar, a Seguradora Líder-DPVAT, que faz a gestão do Seguro DPVAT, preparou um tutorial com o passo-a-passo sobre como dar entrada no pedido de indenização aqui para o blog. Confere só!

1 – Qual tipo de cobertura do Seguro DPVAT é o seu caso?

Antes de dar entrada no Seguro DPVAT, é preciso saber qual tipo de cobertura você vai solicitar. O Reembolso de Despesas Médicas é pago quando a pessoa que apresentou lesões depois do acidente de trânsito precisou pagar por exame, remédio ou fisioterapia. A Lei do Seguro DPVAT prevê que o reembolso com essas despesas vai até R$ 2.700. A Invalidez Permanente, como o próprio nome diz, é para pessoas que apresentaram uma sequela permanente depois de um acidente, como perda de um movimento ou membro. O valor dessa cobertura vai até R$ 13.500, dependendo do grau de invalidez que esse paciente apresentar. Já a indenização por morte é paga aos herdeiros legais da vítima e tem o valor fixo de R$ 13.500.

2 – Como saber a documentação necessária para dar entrada no Seguro DPVAT?

No site da Seguradora Líder-DPVAT, há um ícone separado por tipo de cobertura pelo qual o beneficiário pode saber exatamente quais documentos ele precisa para dar entrada no pedido do Seguro DPVAT. É só escolher a cobertura que você precisa que uma lista com a documentação necessária será apresentada.

 

3 – Qual o prazo para solicitar o Seguro DPVAT?

O prazo para dar entrada no Seguro DPVAT é de, no mínimo, três anos contatados a partir da data do acidente. No entanto, dependendo da cobertura, esse prazo pode ser maior. Por isso, é importante fazer a consulta no espaço indicado abaixo.

5 – Como acompanhar o andamento do processo de pedido de indenização do Seguro DPVAT?

Além do 0800 022 1204, o site da Seguradora Líder-DPVAT também oferece a possibilidade de o próprio beneficiário acompanhar o andamento do seu processo de pedido de indenização. Com o número do Sinistro, que é gerado quando a pessoa ingressa com o pedido em um dos pontos oficiais de atendimento, CPF ou CNPJ da vítima é possível acompanhar o processo da indenização de forma online.

 

No canal da Seguradora Líder-DPVAT no YouTube também tem um vídeo bem bacana com dicas para pedir a indenização do Seguro DPVAT, que você pode conferir aqui.

 

Ficou com alguma dúvida sobre como solicitar o Seguro DPVAT? É só compartilhar com a gente nos comentários que nós respondemos. 🙂

Este conteúdo é de propriedade da Seguradora Líder-DPVAT. A reprodução é autorizada desde que contenha a citação da fonte original: www.viverseguronotransito.com.br

Cinco curiosidades sobre o Seguro DPVAT

16/08/2017 Por:

A Seguradora Líder-DPVAT, responsável pela operação do Seguro DPVAT, faz a gestão de recursos que beneficiam milhares de vítimas de acidentes de trânsito no país. Para administrar esse processo, que começa com o pagamento do prêmio e termina com o pagamento da indenização às vítimas e aos seus familiares, são realizadas várias atividades por diversas áreas da seguradora. Tem muita informação bacana sobre esse trabalho, e a gente quer mostrar isso pra você. Montamos uma série sobre a seguradora e sobre o Seguro DPVAT pra você entender melhor como funciona, e publicamos aqui. Fique de olho!

Amigo de todos, até dos gringos

O Seguro DPVAT cobre toda a população brasileira em caso de acidentes de trânsito, seja motorista, passageiro ou pedestre. O seguro também beneficia os estrangeiros, caso sofram acidentes de trânsito em território nacional.

Ninguém quer ter motivos para receber essa indenização

O Seguro DPVAT cobre danos pessoais nos casos de Reembolso de Despesas Médicas (até R$ 2.700), Invalidez Permanente (até R$ 13.500) e Morte (R$ 13.500,00). Os beneficiários desta última cobertura são os herdeiros legais da vítima. A Seguradora Líder-DPVAT explica tudo sobre os pedidos de indenização em seu site.

James Bond ou Jacques Clouseau?

A Seguradora Líder-DPVAT tem um setor dedicado a identificar pedidos de indenização com possíveis irregularidades. Nessa área, trabalham advogados criminalistas, especialistas e até detetives, que vão a campo para investigar casos suspeitos de pedidos de indenização.

Grande e única

A Seguradora Líder-DPVAT é uma das maiores seguradoras do Brasil. Já o Seguro DPVAT, o maior seguro do país. Em quase todos os países do mundo, há algum tipo de seguro de trânsito correspondente. No entanto, com essa cobertura tão universal quanto a do DPVAT, é difícil encontrar igual.

Antenada

Para atender à população, a Seguradora Líder-DPVAT conta com o SAC DPVAT 0800 022 12 04, que funciona 24 horas por dia e 7 dias por semana, e o 0800 022 1206 para pessoas com deficiência auditiva. O site www.seguradoralider.com.br também é preparado para receber deficientes visuais. A seguradora tem perfil no Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, Linkedin, e SlideShare. Conta, ainda, com mais de 8 mil pontos oficiais de atendimento espalhados em todo o Brasil,  incluindo agências dos Correios. Ufa, quanta coisa! 😉

 

Este conteúdo é de propriedade da Seguradora Líder. A reprodução é autorizada desde que contenha a citação da fonte original: www.viverseguronotransito.com.br

Quem são e onde estão as vítimas mais frequentes do trânsito?

14/08/2017 Por:
Quais são as vítimas que mais recebem o Seguro DPVAT?

Conheça as principais vítimas do trânsito no Brasil e os grupos que mais recebem indenizações do Seguro DPVAT.

Na quinta-feira passada postamos uma matéria aqui no blog sobre o volume das indenizações pagas pela Seguradora Líder-DPVAT às vítimas de acidentes de trânsito no primeiro semestre de 2017. Hoje vamos falar mais sobre o assunto, mostrando as faixas etárias mais atingidas, os tipos de veículos que mais geram vítimas, assim como os horários e as regiões que mais concentram as indenizações pagas pela Seguradora Líder-DPVAT.

Dados levantados pelo Centro de Estatística da Seguradora Líder-DPVAT mostram que jovens entre 18 e 34 anos foram os mais impactados. Trata-se de uma importante parcela da população, já que são vítimas em idade economicamente ativa.

A maioria das indenizações do Seguro DPVAT  foi para jovens de 18 a 34 anos. Eles representam 49% das indenizações = 94.167 pessoas.

A moto ainda é o veículo que mais gera acidentes, tendo como principal vítima o próprio motociclista. Eles, que representam apenas 27% da frota, concentraram 74% das indenizações.

A maior parte das indenizações pagas aos motociclistas, 80%, foi para invalidez permanente. Desse total, os jovens de 18 a 44 anos somaram 85.382 pessoas.

Sobre o horário, a maioria dos acidentes aconteceu entre o período da tarde e parte da noite. A faixa entre 13h e 20h concentrou 45% dos acidentes no primeiro semestre de 2017. Já a região Nordeste ficou com a maior parte das indenizações, 32%, seguida pela Sudeste, com 29%.

A região Sudeste concentra o maior inúmero de vítimas em acidentes fatais, com 35%, seguida de perto pela região Nordeste, com 31%.

Viver seguro no trânsito também depende de nós. Hábitos simples podem ajudar bastante, como: o uso do cinto de segurança nos bancos dianteiro e traseiro; no carro, crianças de até sete anos devem usar a cadeirinha; na moto, a idade mínima para transporte na garupa é de 11 anos. Juntos construímos um trânsito melhor! 😀

Para acompanhar todos os dados referentes ao primeiro semestre de 2017, é só acessar o nosso Boletim Estatístico.

 

Este conteúdo é de propriedade da Seguradora Líder-DPVAT. A reprodução é autorizada desde que contenha a citação da fonte original www.viverseguronotransito.com.br

Ajude a combater a fraude contra o Seguro DPVAT

07/08/2017 Por:

O Seguro DPVAT dá suporte às vítimas de trânsito. Sejam motoristas, passageiros ou pedestres, todos que se envolvem em um acidente e se machucam, podem dar entrada no pedido de indenização. Para garantir o correto pagamento desse benefício que tanto ajuda na hora de uma necessidade, a Seguradora Líder-DPVAT conta com uma área específica de combate à fraude. De janeiro a junho deste ano, foram identificadas 7.089 tentativas de fraude, o que evitou a perda de R$ 90,4 milhões.

Quando os recursos são bem administrados e o benefício é pago a quem realmente precisa, toda a sociedade tem a ganhar. A expectativa é fazer com que os números de combate à fraude sejam ainda maiores, e a Seguradora Líder-DPVAT trabalha cada vez mais nesse sentido, aperfeiçoando seus métodos de controle.

A população também pode ajudar a combater a fraude contra o Seguro DPVAT. É rápido e seguro: basta acessar o canal de denúncias da Seguradora Líder-DPVAT pelo telefone 0800 022 1205 ou o nosso site, que também oferece um espaço para essa comunicação. Dessa forma, qualquer pessoa pode denunciar situações suspeitas contra o Seguro DPVAT de forma anônima, ajudando a garantir o auxílio para quem realmente tem direito.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto ou quer saber mais sobre o trabalho da Seguradora Líder-DPVAT no combate à fraude, é só falar com a gente nos comentários.  😉

Este conteúdo é de propriedade da Seguradora Líder-DPVAT. A reprodução é autorizada desde que contenha a citação da fonte original www.viverseguronotransito.com.br

Seguro DPVAT em números: volume de indenizações lotaria 2,5 Maracanãs

03/08/2017 Por:

 

A Seguradora Líder-DPVAT, responsável pela gestão do Seguro DPVAT, acaba de lançar o seu boletim estatístico com dados sobre as indenizações pagas a vítimas de acidentes de trânsito no primeiro semestre de 2017. É um material bem completo, com informações sobre o perfil das vítimas, como sexo, idade, tipo de veículo, regiões onde mais acontecem acidentes, entre outros.

No balanço, um dado alarmante: um pouco mais de 192 mil indenizações foram pagas no primeiro semestre de 2017, número que dá pra encher o estádio do Maracanã quase 2,5 vezes. Desse total, 15% correspondem a casos de reembolso de despesas médicas, 75% a invalidez permanente e 10% a morte. Em outras palavras, são 27.870 novos feridos, 144.950 mil novos inválidos e 19.367 pessoas mortas no trânsito. Um dado preocupante, né?!

Apesar desse volume de indenizações ser 9% inferior quando comparado ao mesmo período de 2016, podemos afirmar que o trânsito brasileiro continua gerando populações de cidades inteiras de vítimas do trânsito. Uma verdadeira guerra que mata muito mais do que outras por aí e passa diante de nossos olhos. Nessa batalha, o homem está no front: 75% das indenizações foram destinadas a pessoas do sexo masculino e 25% às mulheres.

Sabe quem são as vítimas mais frequentes? Os motoristas. Eles somaram 111.536 (58%) indenizações pagas pela Seguradora Líder-DPVAT. Desse número, 95.280 estavam na direção de uma motocicleta. O Brasil também perde uma parcela importante da sua população economicamente ativa para a violência no trânsito, pois 69% das indenizações foram destinadas a pessoas de 18 a 44 anos.

Você fica espantado com o volume de acidentes e o seu impacto na sociedade? Nós também! Compartilhe com a gente as suas impressões. No próximo post, daremos novas informações sobre esse tema, que afeta a todos nós. Para conferir o Boletim 2017 – Primeiro Semestre – completo, é só clicar aqui.

 

Este conteúdo é de propriedade da Seguradora Líder-DPVAT. A reprodução é autorizada desde que contenha a citação da fonte original www.viverseguronotransito.com.br