Arquivos mensais: junho 2014

Reflexões sobre as condições de trabalho marcam o Dia do Caminhoneiro

30/06/2014 Por:

No Brasil, o transporte de cargas é feito, principalmente, pelas rodovias. Isso significa um grande número de caminhões percorrendo as estradas brasileiras todos os dias. Por se tratar de um país de dimensões continentais, os caminhoneiros costumam fazer longas viagens para transportar suas cargas. Hoje, para comemorar o Dia do Caminhoneiro, dedicamos um post especial à esses profissionais.

Com a intenção de melhorar suas condições de trabalho, foi promulgada, em 2012, a Lei Federal 12.619. Essa medida ainda está passando por muitas mudanças no Congresso. De acordo com o Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Alberto Rizzotto, no programa “Acidentes Não Acontecem”, essa lei representa uma perspectiva para proteger os caminhoneiros dos riscos a que eles são expostos todos os dias. Além disso, permitir que esse motoristas conduzam seus veículos sem uma pausa adequada para descanso representa um perigo para todos os usuários das vias.

Dados da Seguradora Líder DPVAT apontam que as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT por acidentes ocorridos em 2013, envolvendo caminhões e pick-up’s, foram no caso de morte 2.970, sendo 42% a motoristas, 40% a pedestres e 18% a passageiros. Já as 3.905 indenizações de invalidez permanente foram destinadas 39% a motoristas, 33% a pedestres e 28% a passageiros, lembrando que as quantidades de ocorrências a partir de 2011 ainda podem aumentar, pois o beneficiário tem até 3 anos, a contar do acidente, para recorrer ao seguro. Para mais informações sobre essas estatísticas clique aqui.

Ao analisarmos os dados por horário do acidente, observamos que o período crítico para acidentes envolvendo esta categoria é o diurno, que vai de 9h às 20h, concentrando 58% das mortes e 65% dos casos de invalidez.

Diante destas estatísticas, a idade e a manutenção inadequada da frota, o esgotamento físico e mental do motorista destes veículos de carga, que dirigem por muitas horas nas estradas e rodovias, algumas apresentando condições precárias, bem como a urgência no tempo de chegada ao destino, são apontados como principais responsáveis pela maioria de acidentes envolvendo caminhões e pick-up’s.

Feliz Dia do Caminhoneiro e dirija com responsabilidade!

Vídeo com dicas para pedestres caminharem com segurança

26/06/2014 Por:

 

Andar é ecologicamente correto, faz bem a saúde, desafoga o trânsito é um meio de locomoção entre os diferentes meios de transporte. Mas, nas ruas, não é só o motorista que precisa estar atento para evitar acidentes. Pedestres também precisam caminhar com atenção, para que não sejam vítimas de atropelamentos. Lembrando que todo motorista também é pedestre.

Dados da Seguradora Líder DPVAT, apontam que os pedestres ficaram em segundo lugar do total de indenizações pagas entre janeiro e março deste ano, representando 32.285. Cerca de 31% dos pagamentos para acidentes fatais e de 20% para aqueles com invalidez permanente, foram destinados a esse tipo de vítima.

Além dos princípios básicos para a segurança do pedestre como observar o tráfego e olhar atentamente em todas as direções ao atravessar a rua, há outros cuidados que ajudarão a fazer do trânsito de quem caminha pelas ruas cada vez mais seguro. Confira as dicas para pedestres no vídeo a seguir:

Pedestre

26/06/2014 Por:

 

Nas estradas brasileiras, 90% dos acidentes fatais são causados por maus condutores

23/06/2014 Por:

 

Em 2013, quase 10% dos acidentes em rodovias federais aconteceram em apenas 1,47% da malha de 68 mil quilômetros de rodovias espalhada pelo país. Segundo levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), essas ocorrências se dividem por cem trechos de estrada, que somam aproximadamente mil quilômetros de extensão. Ao todo, foram 50.145 acidentes, com 838 mortos e 20.307 feridos nesses locais durante o ano passado.

O trecho de rodovia campeão de acidentes está entre os quilômetros 200 e 210 da Translitorânea (BR-101), em Santa Catarina, que foi concedido à Autopista Litoral Sul em 2008. Outro ponto crítico está entre os quilômetros 490 e 500 da Fernão Dias (BR-381), na altura de Betim, em Minas Gerais.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes destaca que os dados da PRF apontam que menos de 2% dos acidentes acontecem por problemas na rodovia. De fato, o principal vilão é o motorista. Mais de 90% dos acidentes fatais acontecem por excesso de velocidade, falta de atenção, ultrapassagens proibidas, entre outros erros na condução do veículo. “Mesmo quando as estradas são ruins, a culpa em última instância é de quem dirige”, afirma José Aurélio Ramalho, diretor do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Para Ramalho, a formação dos condutores de veículos no Brasil é falha, limitando-se ao ensino apenas para conseguirem aprovação nas provas de habilitação. “Na prática, o sujeito decora um monte de placas de sinalização, mas não sabe o que fazer diante da situação indicada na placa”, diz. “Desse modo, concedemos o direito de conduzir um veículo a milhares de pessoas despreparadas e depois tentamos corrigir a situação com ações pontuais.”

Dentro da parceria da Seguradora Líder DPVAT com o Observatório, há uma série de vídeos educativos há disposição dos internautas dando dicas de segurança viária para todos que estão em trânsito.

Os vídeos disponíveis podem ser vistos aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito, na nossa página de vídeos:www.viverseguronotransito.com.br/videos.

No feriado de Corpus Christi, o item mais importante da sua bagagem deve ser a segurança!

16/06/2014 Por:

 

Para programar uma viagem, é importante pensar em que roupas levar, em qual hotel dormir, quais lugares visitar e os restaurantes legais que devem ser visitados, certo? Mas, para que todo esse plano seja executado de maneira tranquila, é mais importante ainda planejar o transporte até o destino para que ele ocorra com a máxima segurança.

Por isso, se você pretende viajar no feriado de Corpus Christi, programe com antecedência o trajeto e os pontos de parada. Em longas viagens, uma pausa para descanso e alimentação pode fazer toda a diferença na atenção do condutor. Além disso, faça um check-up no carro ou na motocicleta antes de pegar a estrada, pratique a direção defensiva, respeite a sinalização e os limites de velocidade.

Nos últimos anos, as ocorrências de acidentes envolvendo veículos automotores, no período do feriado de Corpus Christi (entre quinta-feira e domingo), cujas indenizações foram solicitadas à Seguradora Líder DPVAT tiveram um crescimento significativo, principalmente nos casos envolvendo motocicletas, que, de 2009 a 2013, cresceram 146%. No mesmo período analisado, os casos de invalidez permanente, para esta categoria de veículos, cresceram 178%.

[http://www.viverseguronotransito.com.br/wp-content/uploads/2014/06/grafico1.jpg]

Os domingos e sábados do feriado são os dias da semana que geralmente apresentam maior incidência de ocorrências de morte. Em 2013, foram observadas 61% das ocorrências nestes dias. Portanto, redobre a atenção nesses dias.

 

Para a cobertura de morte, as regiões Sudeste e Nordeste, foram as que apresentaram maior número de ocorrências de acidentes de trânsito com pedidos de indenização à Seguradora Líder no ano passado. Estas regiões, somadas, representaram 70% das ocorrências do feriado de Corpus Christi em 2013.