Arquivos mensais: janeiro 2014

Todos de olho nas principais causas de acidentes de trânsito

23/01/2014 Por:

Muitos aproveitam os primeiros dias do ano para pegar a estrada e curtir as férias com a família. É justamente para auxiliá-lo a fazer uma viagem tranquila e segura que o blog Viver Seguro no Trânsito apresenta a primeira novidade para 2014: vídeos educativos sobre os mais diferentes pontos de vista do trânsito. Fruto de uma parceria entre a Seguradora Líder DPVAT, administradora do Seguro DPVAT em todo o país, e o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), os internautas serão contemplados mensalmente com vídeos que visam colaborar para um trânsito mais seguro.

Alinhado com o período de férias escolares, o primeiro vídeo apresenta as principais causas de acidente. No filme, você constatará que o fator humano é responsável por 90% dos acidentes de trânsito. Trafegar acima da velocidade permitida, falar ao celular, não usar o cinto de segurança, não sinalizar e a ingestão de bebidas alcoólicas antes de dirigir são algumas das causas mais comuns nos acidentes pelas rodovias do Brasil.

Confira o vídeo abaixo e preste atenção a todos os pontos destacados no material. Se todos seguissem as orientações abaixo, o trânsito brasileiro seria tão diferente… Então, faça a sua parte: transforme-se em um condutor responsável e valorize a vida. Sua família e amigos agradecem!

Como é importante pagar o Seguro DPVAT

21/01/2014 Por:

Começou a ser veiculada nesta quinta-feira (16/01) a nova campanha institucional da Seguradora Líder-DPVAT na televisão e em rede nacional. O novo filme tem como temática a importância do pagamento do Seguro DPVAT. No início do vídeo, uma vítima aparece agradecendo aos proprietários de veículos pelo pagamento do Seguro, permitindo, desta forma, o recebimento da sua indenização e de todas as vítimas de acidentes de trânsito. Em seguida, a peça traz informações sobre como pagar o referido seguro em 2014. O mote desta campanha é mostrar a efetividade do Seguro DPVAT e a importância de seu pagamento. A agência Master Comunicação assina a campanha.

 

Em junho de 2013 a Seguradora Líder veiculou outra campanha voltada para o acesso ao benefício. Na ocasião, o vídeo explicava à população que as agências próprias dos Correios também passaram a ser pontos de atendimento para pedido do Seguro DPVAT, abrangendo, desta forma, todos os municípios brasileiros.

 

Solicitar a indenização do Seguro DPVAT é fácil e não precisa da ajuda de intermediários. As informações sobre a documentação necessária pode ser obtida pelo telefone 0800 022 12 04 ou pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br. Em posse da documentação, a vítima ou beneficiária deve ir a um dos mais de sete mil pontos autorizados do país. O prazo para pedir a indenização é de até três anos, a contar da data do acidente e a indenização é paga em até 30 dias após a entrega da documentação completa.

 

O pagamento da indenização é feito por meio de crédito em conta corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários em até 30 dias a contar da data da entrega da documentação solicitada. Os valores indenizados são de R$13.500,00 no caso de morte; até R$13.500,00 para invalidez permanente, variando conforme o grau de invalidez; e até R$2.700,00 para reembolso de despesas médicas e hospitalares, de acordo com as despesas comprovadas.

Novo bafômetro detecta embriaguez sem que o motorista precise assoprar

16/01/2014 Por:

Um novo aliado para a luta contra a mistura entre álcool e direção pode ser o etilômetro passivo. O aparelho funciona assim: o agente de trânsito se aproxima do carro e coloca o aparelho a uma distância de 20 a 30 centímetros do motorista, que não precisa soprar, e o equipamento consegue captar a presença de álcool no ar. Se acender a luz verde é porque não há álcool no ambiente. A luz amarela indica que pode haver álcool. E a vermelha aponta que o motorista bebeu.

Agentes do Detran de Brasília, que já estão usando o novo aparelho, dizem que o uso do aparelho deixa o trabalho de fiscalização mais rápido e também facilita a vida de quem não bebeu. “Se ele não tiver ingerido bebida alcoólica ele vai ser liberado de uma forma muito mais rápida. O bafômetro foi até ele no próprio veículo dele. Então agiliza a abordagem”, avalia o agente de trânsito Lúcio Lahm.

Mas o etilômetro passivo não serve como prova nos processos porque não calcula exatamente quanto o motorista bebeu. Por isso, quando uma das luzes aponta presença de álcool, o motorista é convidado a sair do carro e fazer o teste tradicional. Se o condutor não quiser assoprar o bafômetro normal, pode ficar temporariamente sem a carteira de habilitação, pagar multa de mais de R$ 1,9 mil e ainda responder a um processo administrativo. Se outros sinais de embriaguez, como dificuldade para falar ou andar, forem verificados aí sim o motorista é preso e responde a uma ação penal.

Desde que o Detran de Brasília começou a usar o bafômetro passivo, em julho, o número de multas por embriaguez quase dobrou: passou de 709 no segundo semestre de 2012 para 1.352 no mesmo período do ano passado. Outras cidades como São Paulo e Salvador também estão usando o bafômetro passivo para identificar motoristas suspeitos de beber antes de dirigir.

FONTE: Bom Dia Brasil

Você sabe o que cada tipo de estrada exige do seu veículo?

13/01/2014 Por:

Quando viajamos, passamos pelos mais diferentes tipos de estradas. Algumas são mais bem pavimentadas, outras possuem mais buracos, mais curvas e há também as serras. Cada uma delas exige um comportamento diferente dos veículos e isso deve ser levado em consideração na hora de fazer a revisão antes de viajar. Veja o que cada tipo de estrada exige do seu veículo e quais itens devem ser observados com mais critério.

 

Estradas bem pavimentadas

 

Popularmente chamadas de “tapetes”, elas possuem poucas curvas e sugerem uma velocidade média maior. A falta de alinhamento e balanceamento podem ser os maiores problemas nesses casos, uma vez que, se o carro não estiver alinhado corretamente, o motorista passará a viagem inteira corrigindo a trajetória do veículo, que puxará para um dos lados da pista.

 

Não esqueça também da aquaplanagem, que pode ocorrer em períodos de chuvas fortes, como as que acontecem no verão. É importante que os veículos estejam em boas condições para garantir uma boa aderência e evitar acidentes nesses casos.

 

Serras

 

Para subir e descer as serras, os componentes do veículo que precisarão de um esforço extra serão o sistema de arrefecimento, responsável por manter a temperatura do motor em torno dos 90 graus, de embreagem e das correias.

 

Curvas e mão dupla

 

Para esse tipo de estrada, é importante estar com a suspensão em dia: amortecedores e molas em bom estado de conservação garantirão que você tenha estabilidade nas curvas.

 

Estradas esburacadas

 

Para rodovias onde o asfalto não é o ponto forte, é importante verificar os pivôs, terminais de direção, buchas das bandejas, molas e amortecedores. Uma pequena trinca, em qualquer um destes itens, pode causar um grave acidente. Além disso, a quebra de um pivô ou terminal de direção fará você perder o controle do carro.

 

Não se esqueça de revisar também as palhetas e o detergente na água do reservatório do limpador de para-brisa para estar preparado para os casos de neblina. Verifique o ar-condicionado do carro também, pois nesse período de férias, são comuns os engarrafamentos.

 

Dirija com cautela, respeite os limites de velocidade e não coloque a sua vida e nem a de ninguém em risco. Além de estar com o veículo em boas condições, é importante que o motorista seja consciente!

 

Boa viagem!

 

FONTE: G1

Dicas para curtir as férias e não transformar o lazer em tragédia

09/01/2014 Por:

O mês de janeiro é sinônimo de férias para muitas pessoas. As altas temperaturas favorecem as viagens, principalmente para as regiões litorâneas do país.  As estradas ficam mais movimentadas, com um maior número de veículos circulando e, por isso, a atenção deve ser redobrada.

 

Mas antes de seguir viagem, alguns cuidados são importantes. Faça um check-up no carro e certifique-se de que o motor, os freios, os pneus e o nível de óleo estão em boas condições ou leve seu veículo a uma oficina para que seja realizada uma revisão completa. Além disso, confira se os cintos de segurança estão disponíveis, se o extintor de incêndio ainda está na validade e se o kit de primeiros socorros está completo. Essas ações são importantes para evitar surpresas e garantir que a viagem ocorra com a maior segurança possível.

 

Se for fazer uma viagem longa, programe com antecedência o trajeto e os pontos de parada. É importante que o motorista faça algumas pausas durante o caminho para descansar ou alimentar-se e, assim, realizar a viagem de forma mais tranquila.

 

Uma vez na estrada, respeite os limites de velocidade e a sinalização e não faça ultrapassagens perigosas. Sempre mantenha uma distância segura do veículo da frente, para garantir um bom tempo de reação caso haja uma mudança brusca na condução do mesmo. E nunca dirija após consumir bebida alcoólica.

 

Não deixe que uma atitude errada transforme um momento de lazer em tragédia. Zele por sua vida e pelas vidas das pessoas que estão com você e que dividem a estrada com você. E lembre-se: lugar de criança é na cadeirinha. E o animal de estimação deve ser transportado com segurança.

 

Planeje sua viagem, calcule o tempo que levará para chegar ao destino final e não tenha pressa: siga o seu caminho com tranquilidade.

 

Boa viagem e boas férias!