Arquivos mensais: outubro 2012

O Seguro DPVAT é um direito seu! Fique atento!

29/10/2012 Por:

Todos os cidadãos, em qualquer parte do Brasil, sejam eles motoristas, passageiros ou pedestres têm direito ao Seguro DPVAT, que oferece três tipos de coberturas: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médico-hospitalares comprovadas (DAMS). E o prazo para fazer o pedido de indenização é de 3 anos a contar da data do acidente.

A cobertura do Seguro DPVAT não inclui o arranhão do carro e outros prejuízos materiais. Ele é um seguro que indeniza e reembolsa pessoas envolvidas em acidentes de trânsito, estejam elas dentro ou fora do veículo, como motoristas, passageiros e pedestres.

É importante frisar que pedir, acompanhar e receber o Seguro DPVAT são serviços gratuitos e existem postos de atendimento autorizados em todo o país para que você mesmo possa fazer o requerimento de indenização, que é liberado em até 30 dias, após a documentação estar completa.  Não é necessária a participação de qualquer intermediário, que cobrará pelo serviço.

Todas as informações sobre o Seguro DPVAT  você pode obter no site, bem como consultar a lista dos postos de atendimento: http://www.dpvatsegurodotransito.com.br/

Novas regras para 2014 reforçam a segurança dos veículos

25/10/2012 Por:

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu que até 2014, 100% dos veículos produzidos no Brasil deverão conter, obrigatoriamente, dois itens de segurança dos condutores: os airbags e os freios ABS.

Em caso de colisões, o airbag pode salvar vidas ou reduzir a gravidade do ferimento do motorista e do passageiro. Já o sistema ABS, sigla em inglês para Sistema de Freios com Antitravamento, evita que as rodas do carro sejam arrastadas durante a frenagem, mesmo em pisos molhados ou com índices de aderência diferentes entre um lado e outro do veículo. Assim, em situações de emergência, o veículo mantém a trajetória e o motorista não perde a capacidade de fazer manobras de desvio que, muitas vezes, podem evitar colisões graves.

A Associação Brasileira de Engenharia Automotiva lançou uma cartilha informativa sobre os dois itens de segurança. Vejam algumas dicas:

– O airbag não substitui o cinto de segurança! Eles são complementares: o cinto garante a retenção necessária para uma eficaz atuação do airbag, além de garantir a correta trajetória do ocupante na direção da bolsa de ar;

– Nunca deixe objetos no colo ou na boca e nem crianças e animais entre você e o airbag. Caso ocorra algum acidente, as lesões podem ser agravadas;

– Em uma frenagem de emergência, nos veículos equipados com o sistema ABS, o condutor deve pressionar o pedal de freio com a máxima força e manter pressionado, para que ele atue com eficácia;

– Os veículos com freios ABS possuem uma lâmpada no painel que indica qualquer tipo de anomalia no sistema. Fique atento!

As cartilhas informativas encontram-se no site do Denatran e vocês podem conferir nesse endereço: http://www.denatran.gov.br/ultimas/201200801_cartilhas.htm

Informe-se para garantir ainda mais a sua segurança e dos demais passageiros!

Seguradora Líder – DPVAT amplia parceria com os Correios para mais cinco estados

22/10/2012 Por:

No dia 17 de outubro, a Seguradora Líder – DPVAT anunciou a terceira fase da parceria com os Correios, iniciativa que facilita o acesso de cidadãos de mais cinco estados brasileiros.  Agora, com a parceria, Minas Gerais passou a ter, no total, 1.045 pontos de atendimento; Rio Grande do Sul, 616; Santa Catarina, 377; Goiás, 297 e Pará, 187, foram os contemplados.  Com os novos pontos de atendimento a Seguradora Líder – DPVAT passa a disponibilizar a toda a população 4.760 pontos de atendimento em todo o Brasil.  Isso faz com que o benefício esteja cada vez mais ao alcance do cidadão, onde quer que ele esteja. A estratégia de ampliar os pontos de atendimento, além de se aproximar dos beneficiários, também visa combater a atuação dos intermediários, visto que, para dar entrada no pedido de indenização, a própria vítima ou um familiar (em caso de óbito) pode solicitar o Seguro DPVAT.

Para dar entrada no pedido de indenização através dos Correios é simples:

– Informe-se sobre a documentação necessária pelo telefone 0800 022 12 04 ou através do site www.dpvatsegurodotransito.com.br;

– Dirija-se a uma agência dos Correios mais próxima em um dos Estados participantes levando a documentação recomendada (nos demais Estados, consulte a rede de atendimento através do site);

– Guarde o comprovante de envio fornecido pelos Correios;

– Em até 30 dias da data da entrega da documentação completa, o pagamento das indenizações é feito por meio de crédito em conta corrente ou conta poupança da vítima ou de seus beneficiários.

A parceria com os Correios, pela importância e impacto na sociedade, foi destaque nas principais mídias destes cinco estados e também na imprensa nacional.

Você pode acompanhar a notícia nos vídeos divulgados nos canais abaixo:

Bom Dia Brasil (Rede Globo):

http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-brasil/v/vitimas-de-acidentes-de-transito-podem-solicitar-o-seguro-dpvat-nas-agencias-dos-correios/2193304/

Jornal Hoje (Rede Globo).

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2012/10/indenizacao-do-dpvat-ja-pode-ser-pedida-pelos-correios.html

Alerta para os motoristas: os riscos de trafegar no acostamento

15/10/2012 Por:

Como hoje é o Dia do Securitário, Dia do Comerciário e também Dia do Professor, muitas pessoas ainda estão retornando da viagem no feriadão prolongado que começou na sexta. E um dos pontos que merece atenção nas estradas, principalmente em períodos de maior circulação de veículos é o acostamento. Muitos motoristas trafegam pela lateral da pista, não levando em consideração os riscos dessa prática.

O acostamento é uma via diferenciada da pista de rolamento, destinada à parada de veículos em casos de emergência. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, tanto o estacionamento quanto o tráfego no local são considerados infrações de trânsito, com multa e perda de pontos na carteira.

Para evitar acidentes os condutores só devem parar no acostamento quando acontecer algo imprevisível como um pneu furado ou pane elétrica. E quando isso ocorrer, todos os ocupantes devem permanecer do lado de fora do veículo, aguardando o socorro em local seguro. Além disso, os motoristas não devem esquecer de usar os dispositivos de segurança, como o triângulo e o pisca-alerta, para que todos possam visualizar o carro parado na via.

Seja um motorista consciente! Faça a sua parte para um trânsito mais seguro.

Crianças e o trânsito

12/10/2012 Por:

O Dia das Crianças está aí, mas, quando o assunto é trânsito, não há muito o que comemorar. Nos últimos quatro anos, 4.056 crianças, com idades de 0 a 10 anos, perderam a vida em decorrência de acidentes de trânsito e outras 7.302 sofreram algum grau de lesão permanente, tornando-as inválidas.  Os números englobam tanto as crianças que estavam sendo transportadas como também as que eram pedestres.

Dividindo os dados estatísticos por tipo de veículo, constata-se que o automóvel ainda é o maior vilão nos acidentes envolvendo os pequenos, pois, no período analisado, 2.520 crianças perderam a vida e outras 3.582 ficaram inválidas. Os sinistros envolvendo motos vitimaram outras 543 vidas e deixaram 3.204 crianças inválidas, durante o mesmo período. Os acidentes envolvendo ônibus e caminhão registraram, juntos, 993 óbitos e 516 casos de invalidez permanente.

Nos acidentes envolvendo automóveis, a faixa etária com maior incidência de indenizações entre as crianças é a de 7,5 a 10 anos, com 2.332 ocorrências de morte e de invalidez permanente, representando 38% das ocorrências no período analisado. As faixas de 0 a 7,5 anos, representam os outros 62% das indenizações e compreendem as idades que, de acordo com a lei vigente a partir de 1º de setembro de 2010, tornou obrigatório o uso de cadeirinhas para o transporte de crianças nos veículos.

Imprudência sobre duas rodas – Em outra estatística, referente às crianças transportadas em motocicletas, 58% das vítimas fatais ou que sofreram algum tipo de sequela tem idades entre 0 e 7 anos. Vale lembrar que o CBT classifica como infração gravíssima “conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor, transportando criança menor de 7 anos ou que não tenha condições de cuidar da sua própria segurança”. Cabe lembrar que estes números podem crescer, pois o prazo prescricional do Seguro DPVAT é de 3 anos após a data do acidente.

Toda criança merece ter futuro. Vamos construir um trânsito mais seguro para todos. Feliz Dia das Crianças!

Uso de cadeirinha infantil reduz número de crianças vítimas do trânsito

08/10/2012 Por:

Este ano a Lei que tornou obrigatório o uso de assentos especiais para transporte de crianças completou dois anos. De acordo com dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal, depois que a medida foi implantada, houve uma diminuição no número de crianças vítimas de acidentes automobilísticos no país. No primeiro semestre de 2011, o número de mortes de crianças de até sete anos em acidentes nas estradas caiu 41,18%, em comparação ao mesmo período em 2010.

Além de representar uma infração gravíssima, que gera multa de R$ 191,54 além da perda de sete pontos na carteira, o transporte correto de crianças em veículos é uma questão de segurança que não pode ser ignorada. Como as crianças são naturalmente mais frágeis, elas sofrem as consequências de um acidente com uma intensidade muito maior do que os adultos.

Há regras específicas inclusive para motocicletas. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a idade mínima para o transporte nesses veículos é a partir dos sete anos. Por serem pequenas, as crianças precisam de equipamento de segurança e capacete adequados (do tamanho certo para cada cabeça), que deve ser preso da maneira correta.

Mais informações sobre as cadeirinhas infantis vocês podem conferir nesse post (Clique aqui!).

Toda criança merece ter futuro. Divulgue essas informações e vamos construir um trânsito mais seguro!

Seguradora Líder é premiada por campanhas de divulgação

04/10/2012 Por:

No último dia 27 de setembro, a Seguradora Líder DPVAT, administradora do Seguro DPVAT no Brasil, recebeu um prêmio na categoria “Produto – Propaganda & Marketing” no evento Destaques do CVG-RJ (Clube Vida em Grupo), que reconheceu as melhores iniciativas das Seguradoras no ano de 2011.  A instituição foi reconhecida pelo conjunto de campanhas de divulgação do Seguro DPVAT junto à população brasileira.

Em 2011, a empresa lançou perfis oficiais nas redes sociais Facebook e Twitter, em que responde a dúvidas de internautas e publica diariamente posts sobre segurança no trânsito.  Além disso, abriu um canal no Youtube com vídeos instrutivos sobre como solicitar o Seguro, ao qual toda a população tem direito nos casos de morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares decorrentes de acidentes de trânsito. As campanhas publicitárias também foram implementadas em todos os Estados do Brasil, em diversas mídias, como TV’s, Outdoors, anúncios em revistas, jornais e rádios.

Para Ricardo Xavier, diretor-presidente da Seguradora Líder DPVAT, a premiação vem celebrar o investimento regular que se iniciou em 2009, com a implantação da primeira campanha de divulgação do seguro em todo o Brasil. “Quando assumimos a administração do Seguro DPVAT notamos que muitas pessoas desconheciam esse seguro e seu direito a ele, confirmado por pesquisas que realizamos. Como ampliar o acesso da população aos benefícios do Seguro DPVAT faz parte da missão da nossa Seguradora, o investimento em Comunicação Institucional sempre ocupou um lugar prioritário em nossos planos”, analisa Xavier.

Hoje, o perfil “DPVAToficial” no Facebook já foi curtido por mais de 18.8 mil internautas. No Twitter, há mais de 540 seguidores e o canal do Youtube já totaliza mais de 868 mil exibições de vídeos.  Para o diretor-presidente da Seguradora, o grande diferencial das campanhas foi a originalidade.  A empresa também lançou um vídeo interativo, em comemoração à Semana Nacional de Trânsito (clique aqui e assista!), em que os internautas assistem à história de uma jovem que acabou de tirar carteira e ganhar um carro de presente e podem escolher sobre seu futuro, se ela respeitará ou não os limites de velocidade. O resultado da votação e final do vídeo pode ser acompanhado no Blog e redes sociais.

 

Acesse!

Site – Seguro DPVAT: www.dpvatsegurodotransito.com.br/

Facebook:  www.facebook.com/DPVAToficial

Youtube: www.youtube.com/DPVAToficial

Twitter: www.twitter.com/DPVAToficial

Blog: www.viverseguronotransito.com.br

Lançado em Brasília Comitê que visa reduzir acidentes de trânsito

01/10/2012 Por:

Foi anunciado no último dia 21 de setembro, pela presidente Dilma Rousseff, a criação do Conselho Nacional de Redução de Acidentes de Trânsito, além do lançamento da campanha “Pela Consciência no Trânsito”, que visa conscientizar os motoristas sobre os riscos de dirigir em excesso de velocidade, e também mobilizar a sociedade e realizar ações com o objetivo de reduzir os altos índices de acidente de trânsito.

Só no primeiro semestre de 2012, mais de 216 mil vítimas de acidentes de trânsito receberam indenizações por invalidez permanente, morte ou reembolso de despesas médicas e hospitalares, apontam dados da Seguradora Líder DPVAT, administradora do Seguro DPVAT no Brasil. O número é 31% maior que os pagamentos realizados no mesmo período de 2011. Vítimas do sexo masculino, predominaram, representando 77% das indenizações.

Levantamento do Seguro DPVAT – que cobre a população brasileira em casos de acidentes de trânsito resultante em danos pessoais – aponta que de janeiro de 2011 a junho de 2012, mais de 582 mil vítimas de acidentes de trânsito receberam indenizações por invalidez permanente, morte ou reembolso de despesas médicas e hospitalares, a maioria com idade entre 18 e 34 anos. Só nesse primeiro semestre, 216.150 casos foram indenizados, um crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para Marcio Norton, diretor de relações institucionais da Seguradora Líder DPVAT, que esteve presente na cerimônia de lançamento do Comitê, toda iniciativa que vise reduzir a acidentalidade e violência no trânsito é bem vinda.

“Acredito que deve haver uma mobilização de toda a sociedade em prol dessa causa, tanto do poder público, como da iniciativa privada, órgãos relacionados ao trânsito e dos próprios cidadãos. A cada um cabe fazer sua parte, visando diminuir esses números preocupantes em crescimento constante, que retratam um impacto na população brasileira, principalmente a mais jovem”, aponta Norton.

Durante a cerimônia estiveram presentes também ministros, autoridades e personalidades ligadas ao tema. O Brasil é um dos participantes da Década de Ação para a Segurança no Trânsito, compromisso dos países membros da ONU (Organização das Nações Unidas) com a diminuição da violência no trânsito para a década de 2011 a 2020. O plano de ação recomendou aos países membros medidas imediatas de atenção e prevenção contra a violência no trânsito, que, assim como no Brasil, se revela como a principal causa de morte prematura e de ferimentos incapacitantes na população de jovens de todo o mundo. O desafio lançado pela ONU é de reduzir em 50% os índices de mortalidade.